Automóvel BMW apresenta o automóvel do futuro nos seus 100 anos

BMW apresenta o automóvel do futuro nos seus 100 anos

É uma janela aberta para o futuro. Assim vai ser o carro zero emissões daqui a 20 ou 30 anos. Apesar do centenário, a marca alemã continua a inovar.
BMW apresenta o automóvel do futuro nos seus 100 anos
André Cabrita-Mendes 07 de março de 2016 às 17:48
Sentar-se no carro, desfrutar da viagem, chegar ao destino. Tudo isto sem pegar no volante, carregar num pedal ou meter uma mudança.

Assim vai ser o automóvel do futuro. A previsão é da construtora alemã BMW que nos seus 100 anos preferiu olhar para o futuro e não para o passado.

"Libertar os condutores através da automação", é esta a forma que a BMW encontrou para descrever o BMW Vision Next 100, um modelo zero emissões que abre as portas do futuro.

O protótipo desenhado pelo chefe de design da BMW, Adrian van Hooydonk, tem o tamanho exterior do Série 5, mas no interior é um Série 7.

"A BMW foi sempre capaz de se reinventar. A mobilidade no futuro vai ligar todas as áreas da vida das pessoas. É aqui que vemos novas oportunidades para a mobilidade "premium"", disse o presidente executivo da marca, Harald Krüger, na apresentação do protótipo esta segunda-feira, 7 de Março, na sede em Munique.

O interior é sóbrio e bastante limpo. Existe um volante, mas não há mais botões. A informação relevante para a condução vai surgir no pára-brisas: os sistemas detectam que um ciclista vai surgir detrás de um camião, por exemplo. De imediato surge um alerta vermelho no ecrã, no local onde vai surgir a bicicleta. Se necessário, o automóvel pára automaticamente para evitar o embate.

Ao mesmo tempo, o condutor também vai estar ligado ao mundo, podendo realizar vídeo-conferências, por exemplo. Apesar das inovações, a marca garante que este é um "BMW genuíno" e que vai proporcionar o "puro prazer de conduzir".

O condutor pode também escolher vários modos de condução que se adequam ao seu perfil. No modo "fácil", o volante desaparece dentro do tablier e pode-se virar o banco para os outros ocupantes de forma a permitir o convívio durante o percurso.

Neste modo, o ecrã torna-se num guia de viagem, dando informações sobre os locais por onde se passa, assim como as atracções mais próximas.

Já no modo "avançado", o condutor toma as rédeas do automóvel. No ecrã surge a linha de condução, ajudando na condução do automóvel, especialmente qual a melhor trajectória nas curvas, ao mesmo tempo que vão surgindo várias informações úteis para a navegação. Quando o carro identifica qualquer perigo, surge imediatamente um alerta no ecrã.

O automóvel vai contar também com inteligência artificial: o "companion". Este computador vai estudar os hábitos e necessidades do condutor, de forma a proporcionar a melhor condução ou o maior conforto, consoante os modos.



pub

Marketing Automation certified by E-GOI