Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Mercado automóvel com crescimento mais baixo dos últimos 30 meses

Há 30 meses que a variação homóloga das vendas de veículos em Portugal não era tão baixa. Em Abril, cresceu 7%, segundo dados da ACAP. A Volkswagen perde quota de mercado.

Bloomberg
Alexandra Machado amachado@negocios.pt 03 de Maio de 2016 às 17:15
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
O mercado automóvel dá sinais de abrandamento. De acordo com a ACAP (Associação Automóvel de Portugal), o crescimento homólogo de 7% das vendas em Portugal registado em Abril significa o valor mais baixo dos últimos 30 meses, "o que demonstra uma clara tendência de desaceleração do mercado", diz em comunicado.

No quarto mês do ano, foram vendidos 18.918 veículos ligeiros e pesados, o que coloca o acumulado do ano nas 86.725 unidades, um crescimento face a igual período do ano passado de 21,2%. 

No segmento de ligeiros de passageiros e comerciais foram vendidos 18.578 automóveis, sendo 15.984 ligeiros de passageiros. Estes números demonstram subidas homólogas, respectivamente, de 6,7% e 6,4%. Já nos comerciais, a subida foi de 8,4% para um total, em Abril, de 2.594 unidades.

Considerando todo o ano, até ao final de Abril, foram vendidos 74.412 ligeiros de passageiros e 10.661 comerciais. No total do mercado de ligeiros, o crescimento nos quatro primeiros meses do ano foi de 21%, com uma subida de 21,5% nos ligeiros de passageiros. 

O mês de Abril, este ano, trouxe novas taxas de imposto sobre circulação (IUC), já que o Orçamento do Estado só entrou em vigor nesse mês.

Volkswagen foi a que mais quota perdeu

No acumulado do ano, no segmento de ligeiros, a Volkswagen é a construtora que mais quota de mercado perdeu em Portugal. Face a 2015, este ano a empresa alemã vai com uma perda de quota de 1,1 pontos percentuais e depois de descoberta a falsificação dos testes de emissões de gases nocivos em Setembro do ano passado.

Só no mês de Abril, a perda de quota foi, em Portugal, de 1,27 pontos. É ainda assim a terceira marca mais vendida, em termos de ligeiros, estando com uma quota de 8,18%. Segue de perto a Mercedes-Benz, que vai com uma quota de 7,08%, também em perda face ao ano anterior.

A Renault consolida, por outro lado, a liderança. Vendeu mais de 10 mil automóveis nos quatro primeiros meses do ano, estando com uma quota de 12,61%, o que representa um ganho de 0,25 pontos. A marca francesa foi mesmo a única do Top 5 a ganhar quota de mercado, já que o seu crescimento de 23,5% foi superior à das restantes marcas desse ranking.

A Peugeot mantém-se na segunda posição, com mais de 8,8 mil carros vendidos, e em crescimento de 20,6% face a igual período do ano passado.

No segmento de luxo, o ano segue animado, em particular para três marcas. A Maserati já vendeu 13 unidades este ano, a Ferrari quatro e a Aston Martin três.


Abril
2016
Abril
2015
%
Variação
Jan-Abril
2016
Jan-Abril
2015
%
Variação
Ligeiros Passageiros 15.984 15.016 6,4% 74.412 61.244 21,5%
Comerciais Ligeiros 2.594 2.394 8,4% 10.661 9.082 17,4%
Total de Ligeiros 18.578 17.410 6,7% 85.073 70.326 21,0%
Total Pesados 340 274 24,1% 1.652 1.223 35,1%
Total do Mercado 18.918 17.684 7,0% 86.725 71.549 21,2%
Ver comentários
Saber mais Automóvel ACAP Abril mercado ligeiros
Mais lidas
Outras Notícias