Banca & Finanças Antigo deputado do PSD vai liderar assembleia-geral da Caixa

Antigo deputado do PSD vai liderar assembleia-geral da Caixa

Paulo Mota Pinto era o nome escolhido para presidir ao conselho de administração do BES em 2014 quando ainda se tentava salvar o banco. Agora, é o novo presidente da mesa da assembleia-geral da Caixa Geral de Depósitos.
Antigo deputado do PSD vai liderar assembleia-geral da Caixa
Jorge Paula/Correio da Manhã
Diogo Cavaleiro 31 de agosto de 2016 às 20:52

Paulo Mota Pinto é o novo presidente da mesa da assembleia-geral da Caixa Geral de Depósitos. Em 2014, o antigo deputado social-democrata já esteve com um pé dentro de um banco, o BES, como presidente da administração, mas a escolha caiu e o banco foi alvo da resolução.

 

Agora, no comunicado em que se anunciou a nomeação do novo conselho de administração do banco público, composto por 11 elementos e não 19 como pretendia o Governo, é indicada a composição da mesa da assembleia-geral: Mota Pinto é o presidente, Elsa Roncon Santos é a vice-presidente.

 

Mota Pinto foi deputado do PSD entre 2009 e 2015 tendo no currículo o exercício do cargo de juízos do Tribunal Constitucional entre 1998 e 2007. Em empresas, foi administrador não executivo da antiga Zon Multimédia.

 

Em 2014, o antigo deputado social-democrata foi o nome escolhido para "chairman" da administração que teria Amílcar Morais Pires, ex-administrador com o pelouro financeiro de Ricardo Salgado, como presidente executivo. A lista caiu, no final de Julho, já que o Banco de Portugal queria uma gestão separada da família Espírito Santo e da antiga liderança do BES. Foi Vítor Bento que, na altura, acabou por integrar a presidência do banco e que assumiu o leme mesmo depois da resolução e transformação em Novo Banco.

 

Roncon Santos, a líder da Direcção-Geral do Tesouro e das Finanças (DGTF) e também a representante do Ministério das Finanças na cúpula do Fundo de Resolução, vai ser a vogal da mesa da assembleia-geral do banco de capitais exclusivamente públicos. 


Foi esta quarta-feira, 31 de Agosto, que o Estado oficializou a nomeação do novo conselho de administração, que é liderado por António Domingues, vindo do BPI. Guilherme de Oliveira Martins foi eleito para presidir ao conselho fiscal ao lado de António Borges de Assunção e Luís Baptista Branco. Ferreira de Oliveira, ex-presidente da Galp, é o presidente da comissão de remunerações. 

Aprovado está também o aumento de capital de 5.160 milhões de euros da Caixa Geral de Depósitos. 

 




pub

Marketing Automation certified by E-GOI