Banca & Finanças BPI tem quase 700 milhões em dívida italiana

BPI tem quase 700 milhões em dívida italiana

O BPI tem 686 milhões de dívida italiana em carteira. Pablo Forero garante que não será necessária constituir qualquer imparidade. "Não podemos dizer que é uma surpresa" o que está a acontecer, afirmou o presidente do banco.
BPI tem quase 700 milhões em dívida italiana
Pedro Simões
Rita Atalaia 23 de outubro de 2018 às 18:16

O banco liderado por Pablo Forero tem quase 700 milhões de euros em dívida italiana. E não considera que seja necessário constituir imparidades, apesar da incerteza económica que se vive no país. Uma tensão que aumentou depois de Bruxelas ter rejeitado a proposta de Orçamento do Estado para 2019 de Itália, algo que o BPI já previa.

 

"O BPI tem 686 milhões de dívida italiana, mil milhões de dívida espanhola e 1,7 mil milhões de euros de dívida soberana portuguesa" em carteira, afirmou o presidente do BPI, Pablo Forero, na apresentação dos resultados para os primeiros nove meses do ano. "É dívida de curto prazo. Ou seja, com maturidade inferior a três anos", refere.

A dívida italiana é, por isso, uma das que mais pesa na carteira do BPI, numa altura em que as discussões entre Itália e as autoridades europeias têm agitado os mercados internacionais. Contudo, Pablo Forero garante que "não é preciso constituir imparidades", uma vez que a dívida é avaliada diariamente ao preço do mercado.

"O que está a acontecer em Itália já sabíamos que ia acontecer. A partir do momento em que o Governo apresenta um Orçamento que não está de acordo com as sugestões da Europa, isto tinha de acontecer. Portanto, não podemos dizer que é uma surpresa", referiu o presidente da instituição financeira.

"Vamos ver o que acontece. Estamos no início das discussões em relação à disciplina financeira dos países da Europa", remata Pablo Forero.




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI