Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Chairman da Zurich demite-se

O presidente do conselho de administração da Zurich anunciou a sua demissão e explicou que a decisão foi tomada na sequência do alegado suicídio do director financeiro da companhia. As acções da seguradora acumulam uma perda de 5,1% desde terça-feira.

Bloomberg
Hugo Paula hugopaula@negocios.pt 29 de Agosto de 2013 às 12:11
  • Assine já 1€/1 mês
  • 3
  • ...

Josef Ackermann, presidente do conselho de administração da seguradora Zurich, anunciou o seu pedido de demissão na sequência do suicídio do director financeiro (CFO) da companhia, Pierre Wauthier. O cargo de "chairman" passou a ser ocupado por Tom de Swaan e o de CFO por Vibhu Ranjan Sharma, ambos a título interino.

 

O responsável financeiro da seguradora foi encontrado morto na terça-feira e a polícia disse que, aparentemente, teria cometido suicídio. Ackermann anunciou a sua demissão esta madrugada, tendo justificado a decisão com a necessidade de salvaguardar a seguradora e explicando que a família do antigo responsável financeiro da Zurich lhe atribui alguma da responsabilidade pelo acto de Wauthier.

 

“Tenho motivos para crer que a família é da opinião de que eu devo assumir a minha quota parte da responsabilidade [pelo sucedido], por muito infundadas que as alegações possam ser”, justificou Josef Ackermann segundo comunicado citado pela Reuters. “Como tal, vejo questionadas as possibilidades de sucesso da minha liderança do conselho de administração”. Contactado pela Reuters, um porta-voz de Josef Ackermann não prestou esclarecimentos adicionais.

 

Acções da Zurich caem mais de 5%

 

As acções da seguradora suíça estão a recuar 2,34% para 229,10 francos suíços, esta quinta-feira, e acumulam uma perda de 5,1% face ao valor de fecho de segunda-feira, antes da morte do executivo que ocupou o cargo de CFO desde Setembro de 2011.

 

Em Agosto do ano passado, o responsável pelos seguros de vida da Zurich Mario Greco abandonou funções. Com o óbito de Wauthier e a demissão de Joseff Ackermann são já três responsáveis de relevo que abandonam a direcção da companhia, nos últimos 12 meses. Isto, num ano em que a seguradora prevê falhar as metas devido a fenómenos naturais que ocorreram nos Estados Unidos.

 

“Quando o ‘chairman’ sai depois de já ter sido perdido o responsável global por seguros de vida, Mario Greco, e da morte inesperada do CFO Pierre Wauthier, isso vai trazer maior incerteza”, afirmou o analista da Helvea, Daniel Bischof, à Reuters.

Ver comentários
Saber mais Zurich seguros
Outras Notícias