Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Credit Suisse com prejuízos de 1,49 mil milhões de euros em 2021

Depois de lucros em 2020 na ordem dos 2,5 mil milhões de euros, o segundo maior banco da Suíça cai para prejuízos em 2021.

Reuters
Negócios jng@negocios.pt 10 de Fevereiro de 2022 às 10:29
  • Partilhar artigo
  • ...

O banco Credit Suisse deu um tombo nos resultados e após um ano de lucros, apresenta, em 2021, prejuízos na ordem de 1,49 mil milhões de euros (1,57 mil milhões de francos suíços).


Em 2020, o banco que até janeiro teve como presidente não executivo António Horta-Osório, tinha registado lucros de 2,5 mil milhões de euros, ou seja, 2,7 mil milhões de francos suíços.  


Os prejuízos do Credit Suisse – o segundo maior banco da Suíça, com sede em Zurique – acentuaram-se no quarto trimestre de 2021 tendo sido contabilizado um valor de 1,9 mil milhões de euros em perdas (2 mil milhões de francos suíços).


No mesmo período de 2021, entre setembro e dezembro, as receitas do banco caíram em 12%, para 4,34 mil milhões de euros (4,58 mil milhões de francos suíços).


O banco diz que a redução das receitas no quarto trimestre de 2021 deve-se à queda na procura pelo risco por parte dos investidores e a um regresso a condições "mais normais" de transação de ativos depois das condições "excecionais" que prevaleceram em 2020 e boa parte de 2021.


O presidente executivo (CEO) do Credit Suisse, Thomas Gottstein, admite que 2021 "foi um ano muito desafiante para o Credit Suisse" e que os resultados sofreram um impacto negativo "do caso Archegos, pela imparidade associada à aquisição da Donaldson, Lufkin & Jenrette em 2000 e por provisões para litígios, à medida que tentamos proativamente resolver questões do passado", sublinhou o gestor, no comunicado de resultados.

Ver comentários
Saber mais resultados lucros prejuizos credit suisse banco
Outras Notícias