Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Haitong com prejuízos de 35,4 milhões em 2015

O Haitong voltou a registar prejuízos em 2015, mas melhorou face a 2014. E viu entrar mais processos em tribunal quer em 2015 quer já este ano.

Miguel Baltazar
Alexandra Machado amachado@negocios.pt 16 de Abril de 2016 às 12:13
  • Assine já 1€/1 mês
  • 6
  • ...
O Haitong Bank, ex-BESI (Banco Espírito Santo Investimentos), teve prejuízos de 35,4 milhões de euros em 2015, o que, ainda assim, compara com os 138,49 milhões de euros em 2014. No ano passado as imparidades e provisões atingiram 38,9 milhões.

No relatório, divulgado à CMVM, o Haitong Bank explica que ainda assim os resultados de 2015 são consideravelmente melhores do que os de 2014. Os custos operativos decresceram 12,3%, para 141milhões de euros, enquanto o produto bancário recuou 45,6% para 135,8 milhões de euros.

No produto bancário, as comissões caíram 16,1% para 82,47 milhões, enquanto a margem financeira e mercados caiu 64,8% para 53,37 milhões de euros.

O banco explica este desempenho pelos atrasos nas aprovações da venda da BESI à Haitong Securities. "A actividade do Haitong Bank decorreu de forma condicionada ao longo do ano de 2015. O período de aprovação formal da aquisição do banco pelas diversas autoridades regulatórias estendeu-se mais do que o inicialmente previsto e só em Setembro foi possível fazer o closing da operação", acrescentando que "durante este período, manteve-se a suspensão do rating, o que contribuiu para o abrandamento da actividade do banco".

Os activos do Haitong Bank ficaram nos 4,2 mil milhões de euros, menos 6,1%. O banco explica ainda que melhorou os seus rácios de capital, nomeadamente depois da injecção de 100 milhões de euros do accionista.

A administração do Haitong acrescenta que as perspectivas para este ano "são positivas mas plenas de desafios. O nosso accionista mantém a sua ambição de crescimento fora do mercado asiático e o Haitong Bank deverá assumir um papel de destaque nessa estratégia, o que representa uma oportunidade única de reforçar o nosso franchising nas actividades de banca de investimento, mercados e structured finance, sobretudo nas regiões da EMEA, Índia e Américas, e de expandir a nossa actuação nas actividades de Wealth and Fund Management". 

Processos em tribunal

O Haitong Bank é réu em dois processos relacionados com o último aumento de capital do BES, e em oito relacionados com emissões de papel comercial de entidades do GES (Rioforte e ESI – Espirito Santo International), que deram entrada nos tribunais em 2015. Em 2016, entraram mais oito processos, seis relacionados com o papel comercial e dois com emissões de "notes" pela filial do Haitong Bank na Irlanda (a ESIP) que tinham como activo subjacente obrigações emitidas pela Espírito Santo Financial Portugal (ESFP).

"É opinião do Departamento Jurídico do Haitong Bank e dos advogados externos a quem os processos foram confiados, que os mesmos não têm sustentabilidade jurídica, pelo que se considera improvável qualquer condenação do Haitong Bank em tais processos".

Ver comentários
Saber mais Haitong banca
Outras Notícias