Banca & Finanças HSBC deve reestruturar operação na Turquia depois de falhar venda

HSBC deve reestruturar operação na Turquia depois de falhar venda

O HSBC, o maior banco europeu, deverá ter desistido da venda da operação não lucrativa que tinha na Turquia depois das dificuldades para encontrar um comprador.
HSBC deve reestruturar operação na Turquia depois de falhar venda
Negócios 17 de fevereiro de 2016 às 17:12

De acordo com a agência Bloomberg que cita fonte do processo, a opção do HSBC passará agora por reestruturar o negócio. A instituição sedeada em Londres deverá anunciar o novo plano aquando da apresentação de resultados a 22 de Fevereiro.

Entretanto, o ING, a maior instituição financeira holandesa, desistiu do plano de compra da operação, em parte devido a questões regulatórias, tal como anunciou em Dezembro.

O desfecho sem sucesso das conversas com os holandeses acabaram por levar o HSBC a reaproximar-se dos bancos turcos, incluindo o Turkiye Garanti Bankasi e o Yapi Kredi Bankasi, para averiguar do interesse em ficarem com a operação, dizem as mesmas fontes citadas pela Bloomberg.  

Em Junho de 2015, o presidente executivo da HSBC, Stuart Gulliver, apresentou um plano a três anos para suportar a vasta rede do banco a nível global que incluia o encerramento de negócios não lucrativos e eliminação cerca de 25 mil postos de trabalho. O banco pretende cortar cerca de 5 mil milhões de dólares (4,5 mil milhões de euros) até ao final de 2017.

No ano passado, o HSBC acordou a venda da operação brasileira ao Bradesco por 5,2 mil de dólares (4,7 mil milhões de euros) em dinheiro. Na segunda-feira, Gulliver disse que a venda no Brasil deverá estar concluída no final do primeiro semestre deste ano.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI