Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Montepio escolhe PwC para auditar contas até 2021

O banco liderado por Dulce Mota aprovou a proposta na assembleia-geral que se realizou esta segunda-feira.

Vitor Mota/Cofina
Rita Atalaia ritaatalaia@negocios.pt 30 de Maio de 2019 às 12:49
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O Montepio escolheu a PwC para auditar as contas até 2021. Isto depois de a CMVM ter recusado que a KPMG continuasse a auditar os números da instituição financeira liderada por Dulce Mota.

 

O Banco Montepio aprovou a "eleição como revisor oficial de contas para o triénio 2019-2021 da sociedade PricewaterhouseCoopers & Associados – Sociedade de Revisores Oficiais de Contas", lê-se nas conclusões da assembleia-geral realizada esta segunda-feira e enviadas agora à CMVM.

 

Na proposta apresentada na assembleia, a PwC foi a auditora que ficou melhor colocada para analisar as contas do Montepio, tendo sido agora aprovada por unanimidade. Em segundo lugar ficou a Deloitte, conforme revelou a instituição financeira.

 

Carlos Tavares chegou a avançar com um requerimento para, ao abrigo do regime de exceção, a entidade liderada por Gabriela Figueiredo Dias autorizar a prorrogação por dois anos do mandato da KPMG, auditora do banco desde 2002.

 

A CMVM recusou o pedido, dando oportunidade a Carlos Tavares para apresentar argumentos em audiência prévia. Apesar disto, a entidade manteve a recusa e pediu ao banco para nomear um novo auditor. 

 

 

Ver comentários
Saber mais banca Montepio auditora PwC Carlos Tavares Dulce Mota
Mais lidas
Outras Notícias