Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Sector da distribuição vendeu menos 400 milhões em 2012

Cadeias alimentares e especializadas registaram perda acumulada de 1,9%, de acordo com os dados da Associação Portuguesa de Empresas de Distribuição (APED)

Isabel Aveiro ia@negocios.pt 21 de Maio de 2013 às 12:55
  • Assine já 1€/1 mês
  • 10
  • ...

Menos 401 milhões de euros, mais precisamente, foi quanto os grupos de distribuição a operar em Portugal registaram nas suas contas no ano passado, de acordo com os dados do barómetro da APED, que reúne dados das consultoras AC Nielsen, GfK e Kantar.

 

No sector alimentar até houve um aumento do volume de vendas no período, de 1,3%, para 12.451 milhões de euros. Mas os 156 milhões de euros que o sector alimentar conseguiu obter no ano transacto não foram suficientes para compensar o desaire do sector especializado.

 

Assim, na área não alimentar, as vendas sofreram uma redução de 557 milhões de euros, equivalente a menos 6,4% do volume obtido em 2011. No total as vendas totalizaram 8.185 milhões de euros.

 

Os medicamentos não sujeitos a receita médica foram a única categoria não alimentar que registou uma subida, de 1,2%, para 442 milhões de euros.

 

A maior queda verificada, por segmentos do retalho especializado, ocorreu na área de entretenimento e papelaria, que registou uma quebra de 17,6%, para 374 milhões de euros.

 

Nos bens de equipamento, a descida foi de 8,7%, para 1.887 milhões de euros, quase seguida, em termos de diminuição percentual, pela área de vestuário. A venda de roupa em Portugal sofreu uma quebra de 7,1%, para 1.856 milhões de euros.

 

Mais suave foi a quebra nos combustíveis, de 4,2%, para 3.626 milhões de euros.

 

 

Ver comentários
Saber mais APED Sonae JM Auchan Dia Portugal Lidl El Corte Inglés Fnac Ikea
Mais lidas
Outras Notícias