Construção Celebração de contratos de obras públicas em mínimos

Celebração de contratos de obras públicas em mínimos

Os concursos de obras públicas promovidos aumentaram no primeiro semestre 26%, mas os que foram efectivamente celebrados registaram uma variação negativa de 19% face a 2015.
Celebração de contratos de obras públicas em mínimos
Konstantinos Tsakalidis/Bloomberg
Negócios 25 de julho de 2016 às 12:13

Nos primeiros seis meses deste ano, foram 1.127 os anúncios de abertura de concursos de empreitadas de obras públicas publicados em Diário da República, revela o barómetro da Associação dos Industriais de Construção Civil e Obras Públicas (AICCOPN) divulgado esta segunda-feira.

Neste período, os concursos públicos promovidos totalizaram 729 milhões de euros, registando um crescimento de 26% face ao período homólogo de 2015, "ano em que se registaram os montantes mais baixos em termos de lançamento de concursos de obras públicas desde, pelo menos, o ano 2000", recorda a associação.

No entanto, apesar do crescimento dos concursos promovidos, foi reportado no Observatório das Obras Públicas um volume de 277 milhões de euros relativos à celebração de contratos. Ou seja, refere a AICCOPN, menos 19% do que o apurado em Junho de 2015, na ordem dos 343 milhões.

Como faz notar, este valor equivale a 38% do montante total de concursos de empreitadas de obras públicas que foram promovidos no mesmo período.

Segundo a associação, os contratos celebrados em resultado de ajustes directos situam-se nos 215 milhões de euros, mais 12% em termos homólogos.

No seu conjunto, os contratos celebrados e reportados até final de Junho totalizam 522 milhões de euros, valor que traduz uma quebra de 9% face ao apurado em 2015.

"Não obstante tratar-se de uma significativa atenuação face aos -30% apurados no final de 2015, trata-se do pior semestre desde o início desta série estatística, em 2011", afirma a AICCOPN.




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI