Desporto Ações do Benfica disparam mais de 11%

Ações do Benfica disparam mais de 11%

As ações da SAD do Benfica dispararam em bolsa, numa altura em que a especulação em torno da venda de João Félix está ao rubro e em que encaixou mais de 22 milhões com a venda de Jovic ao Real Madrid.
Ações do Benfica disparam mais de 11%
Reuters
Sara Antunes 05 de junho de 2019 às 17:23

As ações da SAD do Benfica subiram 11,41% para 2,93 euros, tendo trocado de mãos mais de 24,7 mil ações, o que compara com uma média diária pouco superior a 7 mil nos últimos seis meses.


Esta liquidez só foi superada, nos últimos tempos, nos dias 17 e 20 de maio, dias que antecederam e sucederam o fim de semana da última jornada do campeonato nacional, em que o Benfica se sagrou campeão, o que lhe confere o acesso direto à Liga dos Campeões.

 

A contribuir para a subida das ações estarão as notícias sobre a venda de jogadores. A transferência de Luka Jovic do Eintracht Frankfurt para o Real Madrid vai render ao clube da luz 22,2 milhões de euros. O jogador, que entrou no Benfica em 2016, foi emprestado ao clube alemão tendo o passe sido vendido em abril deste ano. Mas havia uma cláusula que dava ao clube da Luz uma percentagem sobre uma futura venda.

 

Com venda de outros jogadores que estavam emprestados (Jiménez e Talisca) a SAD da Luz encaixa mais de 88 milhões de euros. O jornal Record diz ainda que em negociações estará também a venda dos passes de Carrillo, Lema e Lisandro López.

 

Além disso, a especulação sobre a venda do passe de João Félix tem aumentado. O Correio da Manhã noticiou ontem à noite que Manchester City, Manchester United e Real Madrid estão disponíveis para pagar a cláusula de rescisão do jogador, que é de 120 milhões de euros.




Marketing Automation certified by E-GOI