Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Empresas que despeçam perdem direito às garantias do Estado

O objetivo é garantir a manutenção do emprego e quem não o faça perde o direito às linhas de crédito com garantias do Estado e o acesso a benefícios fiscais como os dos benefícios ao investimento ou da remuneração convencional do capital social.

O Bloco de Esquerda exigiu limitações aos despedimentos, mas a resposta do Governo não foi do seu agrado.
O Bloco de Esquerda exigiu limitações aos despedimentos, mas a resposta do Governo não foi do seu agrado. Mariline Alves
Filomena Lança filomenalanca@negocios.pt 13 de Outubro de 2020 às 08:00
  • Assine já 1€/1 mês
  • 7
  • ...

As empresas que tenham lucros em 2020 e que desejem aceder às linhas de crédito com garantia do Estado vão ter de se comprometer a manter em 2021 um número médio de trabalhadores igual ou superior ao nível observado em 1 outubro de 2020. A regra consta da proposta de Orçamento do Estado para o próximo ano, entregue esta segunda-feira no Parlamento e visa incentivar a manutenção do emprego. É também uma contraproposta

...

Negócios Premium
Conteúdo exclusivo para assinantes
Já é assinante? Inicie a sessão
Assine e aceda sem limites, no pc e no smartphone
  • Conteúdos exclusivos com melhor da informação económica nacional e internacional;
  • Acesso sem limites, até três dispositivos diferentes, a todos os conteúdos do site e app Negócios, sem publicidade intrusiva;
  • Newsletters exclusivas;
  • Versão ePaper, do jornal no dia anterior;
  • Acesso privilegiado a eventos do Negócios;
Ver comentários
Saber mais Estado Parlamento Renato Carreira Deloitte RFAI SIFIDE política
Mais notícias Negócios Premium
+ Negócios Premium
Capa do Jornal
Informação de qualidade tem valor. Invista. Assine já 1mês / 1€
Mais lidas
Outras Notícias