Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Empresas brasileiras interessadas na TAP, CTT e Estaleiros Viana

O embaixador brasileiro em Lisboa, Mário Vilalva, declarou esta quinta-feira que empresas brasileiras estão interessadas nas privatizações de empresas portuguesas como a TAP e CTT, e na concessão dos estaleiros navais de Viana do Castelo.

Lusa 06 de Junho de 2013 às 14:28
  • Assine já 1€/1 mês
  • 20
  • ...

"Nas três hipóteses haverá, sem sombra de dúvida, uma empresa brasileira a participar", afirmou à Lusa Mário Vilalva.

 

O embaixador fez estas declarações dias antes da visita a Portugal da Presidente do Brasil, Dilma Rousseff, que ocorrerá a 10 de Junho.

 

"Estamos a aguardar as novas regras para a privatização da TAP, estamos a aguardar as novas regras para a concessão que será feita em relação aos Estaleiros Navais de Viana do Castelo, e estamos a aguardar também as regras para a privatização dos CTT", disse o diplomata brasileiro.

 

De acordo com Vilalva, as empresas brasileiras não irão perder o interesse no processo de privatização de companhias portuguesas.

 

"Vale lembrar que o Governo brasileiro não compra nada, mas mobiliza os interesses e é isso que nós temos feito, nós temos mobilizado as empresas brasileiras para participarem deste processo de privatização" em Portugal, sublinhou.

 

"Em todas as privatizações até agora realizadas, sempre houve uma empresa brasileira participando. É bem verdade que, até ao momento, apenas uma empresa brasileira venceu um processo de privatização, que foi no caso dos Hospitais Particulares [HPP] da Caixa Geral de Depósitos. São nove hospitais que foram comprados pela empresa Amil", sublinhou.

 

Anunciada no início de Março, a venda da HPP à empresa brasileira Amil marcou o final da relação do Grupo CGD com o ramo da saúde, com um saldo positivo de 40 milhões de euros.

Ver comentários
Saber mais TAP CTT Estaleiros de Viana do Castelo privatizações Mário Vilalva
Outras Notícias