Empresas Equifax paga 700 milhões por maior falha de sempre na proteção de dados

Equifax paga 700 milhões por maior falha de sempre na proteção de dados

O processo que se arrastava desde 2017 vê agora uma conclusão: a Equifax concordou pagar 700 milhões de dólares como penalização por não ter protegido devidamente os dados dos clientes.
Equifax paga 700 milhões por maior falha de sempre na proteção de dados
Kacper Pempel/Reuters
Ana Batalha Oliveira 22 de julho de 2019 às 17:11

A empresa de monitorização de crédito Equifax concordou pagar 700 milhões de dólares às autoridades americanas depois de, em 2017, ter sido alvo de um ataque de pirataria que expôs os dados pessoais de cerca de 150 milhões de clientes.

Através do ataque, os hackers tiveram acesso ao nome e data de nascimento de pelo menos 147 milhões de clientes, os números de segurança social de 145,5 milhões de clientes e o número de cartão de débito e respetiva data de validade de 209.000 clientes.

A penalização subdivide-se em 300 milhões de dólares destinados a um fundo para compensar os clientes afetados, aos quais se podem somar, potencialmente, outros 125 milhões. Outros 175 milhões caberão ao procurador-geral e 100 milhões ao Bureau de Proteção Financeira dos Consumidores  (CFPB na sigla em inglês).

A resolução foi tomada a par com a Federal Trade Commission (FTC) e o CFPB. "A Equifaz falhou a aplicação de passos básicos que poderiam ter evitado que uma falha que afetou cerca de 147 milhões de consumidores", declarou o presidente da FTC, Joe Simons, através de um comunicado.

Com o processo da decorrer, a Equifax foi obrigada a eliminar os bónus dos executivos e a recompra de ações no ano passado, de forma a prevenir prováveis multas e processos.

A sanção dos Estados Unidos segue-se à já avançada pelo Reino Unido no último mês de setembro. Os britânicos exigiram 500 mil libras, a sanção máxima permitida por lei na altura do ataque, depois de ter sido revelado o número de indivíduos afetados neste país.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI