Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Menos fusões e aquisições em 2020 no setor do luxo

Em outubro do ano passado, a união entre o maior grupo de luxo do mundo e a marca de joias mais conhecida do globo deixou o mercado ao rubro. A aquisição da Tiffany pela Louis Vuitton, por 16 mil milhões de dólares, cerca de 14,1 mil milhões de euros, foi a maior que a indústria do luxo já viu, e elevou a fasquia para 2020. Mas a pandemia arrefeceu todas as expectativas.

Reuters
Ana Sanlez anasanlez@negocios.pt 13 de Julho de 2020 às 12:00
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

Segundo a análise da Deloitte, em 2019 houve 271 negócios de fusões e aquisições no setor do luxo, mais 2% do que no ano anterior. O segmento mais agitado foi o dos hotéis, com 115 negócios fechados, seguido pelo vestuário e acessórios, com 47, e da cosmética, com 34.

...

Negócios Premium
Conteúdo exclusivo para assinantes
Já é assinante? Inicie a sessão
Assine e aceda sem limites, no pc e no smartphone
  • Conteúdos exclusivos com melhor da informação económica nacional e internacional;
  • Acesso sem limites, até três dispositivos diferentes, a todos os conteúdos do site e app Negócios, sem publicidade intrusiva;
  • Newsletters exclusivas;
  • Versão ePaper, do jornal no dia anterior;
  • Acesso privilegiado a eventos do Negócios;
Ver comentários
Saber mais Deloitte Tiffany luxo fusões e aquisições
Mais notícias Negócios Premium
+ Negócios Premium
Capa do Jornal
Informação de qualidade tem valor. Invista. Assine já 1mês / 1€
Mais lidas
Outras Notícias