Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Novartis equaciona fusão com a Aventis

A Novartis, maior farmacêutica suíça, está a considerar uma fusão com a sua congénere francesa Aventis, que, por sua vez está a tentar evitar a oferta pública de aquisição hostil (OPA) lançada pela também francesa Sanofi.

Ana Filipa Rego arego@negocios.pt 12 de Março de 2004 às 12:24
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A Novartis, maior farmacêutica suíça, está a considerar uma fusão com a sua congénere francesa Aventis, que, por sua vez está a tentar evitar a oferta pública de aquisição hostil (OPA) lançada pela também francesa Sanofi.

A farmacêutica suíça ainda não decidiu se prossegue com a transacção, disse a Novartis num comunicado em resposta ao mercado regulador da França. «Não temos mais detalhes para além daqueles que estão no comunicado», disse o porta-voz da Novartis, Nehl Horton, em entrevista à Bloomberg. Já o porta-voz da Aventis recusou comentar o assunto.

Uma fusão entre a Aventis e a Novartis iria criar a segunda maior farmacêutica do mundo e expandir o leque de tratamentos de cancro e problemas de coração da farmacêutica suíça, enquanto o crescimento da venda de medicamentos iria abrandar, segundo Mark Clark do Deutsche Bank.

As acções da Aventis têm estado a ser negociadas diariamente num valor acima da oferta da Sanofi, desde que esta anunciou a intenção de comprar a rival, em Janeiro, indiciando que os investidores esperam uma subida na oferta.

O presidente executivo da Novartis, Daniel Vasella, disse que procura aquisições, uma vez a indústria farmacêutica – avaliada em 400 mil milhões de dólares – está em processo de consolidação, para além de revelar estar interessado em expandir a quota de mercado da sua empresa nos Estados Unidos da América.

«Nós temos que estudar o impacto da fusão da Novartis com a Sanofi, bem como a ligação com a Aventis», disse Vasella, no início do mês ao jornal francês «Le Fígaro». «Não temos como perspectiva fazer um acordo a não ser que possamos formar uma ‘joint venture’ amigável», continuou.

As acções da Novartis seguiam a cair 2,03% para os 53,2 francos suíços e as da Aventis valorizavam 2,72% para os 64,15 euros.

Ver comentários
Outras Notícias