Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Rádio Popular desloca centro logístico para a Feira para aumentar produtividade em 25%

A distribuidora de eletrodomésticos Rádio Popular vai deslocar o seu centro logístico para Santa Maria da Feira com vista a obter um aumento de 25% na produtividade, revelaram hoje fontes envolvida no processo, antecipando obras até ao outono.

Lusa 23 de Fevereiro de 2021 às 10:30
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
A mudança do distrito do Porto para o de Aveiro foi confirmada por Emídio Sousa, presidente da Câmara da Feira, que encara a instalação da distribuidora no parque empresarial detido pela multinacional belga VGP como "mais um importante fator de desenvolvimento para o território".

Quando em 2019 anunciou a criação dessa estrutura, essa multinacional especializada em soluções "chave-na-mão" para os setores da logística, indústria e comércio previa arrendar os seus armazéns a diferentes entidades, mas fonte oficial da VGP declara agora que a Rádio Popular alugou todo o espaço disponível para o efeito na freguesia de Nogueira da Regedoura, junto às autoestradas A1, A29 e A41.

Contactada pela Lusa há mais de uma semana, a Rádio Popular não quis comentar a deslocalização. A empresa, que acionou em 2013 um Plano Especial de Revitalização - e que, segundo a Comissão do Mercado de Valores Imobiliários, tem até 2028 para o concluir -, recusou dar informações sobre o investimento necessário para a mudança e também não adiantou se essa implicará alterações no seu número atual de trabalhadores.

Fonte da multinacional VGP informa, contudo, que a empreitada necessária para instalar na Feira o centro logístico da marca de eletrodomésticos arrancará em março, envolvendo 28.777 metros quadrados de espaço de armazenamento e 1.036 de escritórios.

A obra vai cumprir diversos requisitos de construção energeticamente eficiente e sustentável, sendo objetivo da VGP que esse espaço se torne "o primeiro parque logístico em Portugal a estar qualificado com o grau de Muito Bom na certificação BREEAM [Building Research Establishment Environmental Assessment Method]".

Citado em documento público pela VGP, o diretor-geral da Rádio Popular, Ilídio Silva, diz que a mudança para a Feira se deve à crescente importância dos fatores logísticos no sucesso da marca. "Este novo projeto, de uma companhia 100% portuguesa e com mais de 50 lojas em todo o país, tanto no continente como nas ilhas, vai permitir-nos alavancar melhorias de eficiência que terão impacto nos resultados da organização, ajudando-nos a manter o nosso ambicioso plano de crescimento", afirma o responsável.

Envolvendo uma área global de "cerca de 30.000 metros quadrados e 46 portas", o novo armazém irá gerar "um aumento de produtividade na ordem dos 25% comparativamente ao sistema atual, permitindo agilizar o recebimento de mercadorias e o abastecimento diário das lojas e clientes, e alimentando simultaneamente tanto as lojas físicas como a loja 'online'".
Ver comentários
Outras Notícias