Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Tribunal de Justiça trava «cidade financeira» do Santander em Madrid

O Tribunal Superior de Justiça de Madrid decidiu, na sexta-feira passada, ordenar a paralisação do Plano Geral de Ordenamento Urbano de Boadilla del Monte, onde o Santander pretendia construir a sua «cidade financeira», nova sede corporativa do banco.

Bárbara Leite 21 de Julho de 2003 às 17:52
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
O Tribunal Superior de Justiça de Madrid decidiu, na sexta-feira passada, ordenar a paralisação do Plano Geral de Ordenamento Urbano de Boadilla del Monte, onde o Santander Central Hispano (SHC) pretendia construir a sua «cidade financeira», nova sede corporativa do banco, segundo o site «Elconfidencial.com».

Com esta decisão, o banco liderado por Emilio Botín não vai conseguir as licenças urbanísticas necessárias para continuar com a construção da «cidade financeira», actualmente a ser desenvolvida, acrescentou a mesma fonte.

Todas as licenças embargadas para a construção em 160 hectares de campo de golf, centro comercial e cinemas, podem ser, no entanto, temporárias.

O grupo Santander em Portugal que controla o Banco Totta e Açores e Crédito Predial Português, tem 605 agências e 6.579 empregados.

As acções do SCH encerraram 7,74 euros, a cair 1,40%.

Ver comentários
Mais lidas
Outras Notícias