Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Fim de linha para três grandes da indústria têxtil no último ano

Depois do desaparecimento, há meia dúzia de anos, de marcas como a Onara, a Petit Patapon e a Papo d’Anjo, só nos últimos 12 meses sucumbiram três grandes empregadoras da indústria têxtil.

O grupo Ricon, que empregava cerca de 800 pessoas, foi a maior falência do sector têxtil em Portugal desde a desintegração da Maconde, à entrada desta década. Lusa
Rui Neves ruineves@negocios.pt 07 de Fevereiro de 2018 às 06:00
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

Ricon, a refém da gant que despediu 800
Tornou-se gigante com a Gant, faliu sem a Gant. Foi a partir de 1991, quando ganhou a representação desta marca de vestuário internacional, que o grupo Ricon, da família Silva, montou um império empresarial, com quatro fábricas e 20 lojas Gant em Portugal. O declínio começou em 2008, quando Pedro ficou com 100% do grupo. A somar aos desaires dos investimentos realizados

...

Negócios Premium
Conteúdo exclusivo para assinantes
Já é assinante? Inicie a sessão
Assine e aceda sem limites, no pc e no smartphone
  • Conteúdos exclusivos com melhor da informação económica nacional e internacional;
  • Acesso sem limites, até três dispositivos diferentes, a todos os conteúdos do site e app Negócios, sem publicidade intrusiva;
  • Newsletters exclusivas;
  • Versão ePaper, do jornal no dia anterior;
  • Acesso privilegiado a eventos do Negócios;
Ver comentários
Saber mais têxteis falências gant ricon triumph gramax valindo girandola onara petit patapon papo d'anjo
Mais notícias Negócios Premium
+ Negócios Premium
Capa do Jornal
Informação de qualidade tem valor. Invista. Assine já 1mês / 1€
Mais lidas
Outras Notícias