Indústria Swatch fecha pior semestre em sete anos

Swatch fecha pior semestre em sete anos

Quebras na procura em mercados como Hong Kong, França e Suíça estiveram na base do comportamento do fabricante de relógios até Junho. Grupo acredita num segundo semestre de recuperação, mas analistas estão pessimistas.
Swatch fecha pior semestre em sete anos
Bloomberg
Paulo Zacarias Gomes 21 de julho de 2016 às 12:57

O fabricante suíço de relógios Swatch anunciou esta quinta-feira, 21 de Julho, que encerrou o primeiro semestre do ano com os lucros mais fracos dos últimos sete anos, ao ver o resultado líquido operacional afundar 54% para os 353 milhões de francos suíços, ou 324,5 milhões de euros.


A empresa, que além da Swatch detém também a produção dos relógios Omega, Breguet e Tissot, dá conta de quebras na procura em Hong Kong, na França e na própria Suíça, que já na semana passada tinham levado a companhia a emitir uma antecipação de resultados que resultou numa forte queda das suas acções. Na altura, estimava-se que este pudesse ser o pior resultado semestral em 15 anos, o que não se concretizou.


Apesar de manter uma previsão de queda de vendas na ordem dos 6% para o total do ano, a empresa espera que a recuperação acelere na segunda metade de 2016, levando os resultados para valores próximos ou semelhantes aos do ano passado, à medida que a actividade turística – a que está ligada boa parte da sua performance – retoma em Itália, Espanha ou Reino Unido (para onde se tornou mais barato viajar com a depreciação da libra no pós-Brexit).


À Bloomberg, o analista Patrik Schwendimann, da suíça Zuercher Kantonalbank, diz que será "preciso um grande milagre" para que os resultados atinjam esse patamar, depois da queda das vendas em 11% até Junho e de um recuo na mesma magnitude na actividade exportadora de relógios a partir da Suíça.


Já em Hong Kong, o maior mercado do mundo para relógios de luxo, o fabricante acredita que apesar de nova queda registada nas vendas, as transacções no retalho já tenham atingido o ponto mais baixo e devam agora começar a recuperar. 

As acções da Swatch apreciam 4,07% para os 271,2 francos suíços.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI