Tecnologias BPI: Investimento na Outsystems pode elevar valor da Sonae SGPS em 3%

BPI: Investimento na Outsystems pode elevar valor da Sonae SGPS em 3%

A Outsystems conseguiu uma ronda de investimentos que a avalia em mais de mil milhões de dólares. E este negócio tem impacto na Sonae. Tudo porque a empresa de retalho detém quase metade do capital de um dos maiores accionistas da Outsystems.
BPI: Investimento na Outsystems pode elevar valor da Sonae SGPS em 3%
Ricardo Castelo/Negócios
Sara Antunes 06 de junho de 2018 às 11:02

A Outsystems angariou 360 milhões de dólares através do Goldman Sachs e da KKR, o que avalia a empresa portuguesa em mais de mil milhões de dólares. Esta operação elevou a portuguesa para o estatuto de "unicórnio".

 

Mas este negócio tem impacto noutras empresas portuguesas. De forma indirecta, a Sonae SGPS deverá beneficiar desta operação. Mas como? Através da Armilar, accionista da Outsystems, que é detida em quase metade do capital pela Sonae SGPS, explica o BPI numa nota de análise a que o Negócios teve acesso.

 

Este negócio "deve aumentar a avaliação dos fundos Armilar, que antes desta operação tinha uma participação de 25% na Outsystems. Depois deste aumento de capital, a posição da Armilar deverá valer cerca de 143 milhões de euros (relativo a 16% do capital). A Outsystems é detida pela Armilar Venture Partners II, na qual a Sonae SGPS tem uma participação de 45,65%", salientam os analistas do BPI.  

 

"A Sonae comprou várias participações em fundos da Armilar por um total de 31,7 milhões de euros em 2016", adianta o BPI. Estas aquisições foram feitas ao Novo Banco, em Dezembro daquele ano.

 

"Assumindo que o actual valor de mercado da Sonae não captura qualquer valor relacionado com a unidade de gestão de investimento (IM), isto implicará um impacto positivo de 3% no preço das acções da empresa", acrescentam os analistas do BPI.

 

A avaliação que o BPI faz da IM corresponde a 3% do preço-alvo da Sonae SGPS.

 

As acções da Sonae SGPS estão a subir 0,66% para 1,071 euros.

Nota: A notícia não dispensa a consulta da nota de "research" emitida pela casa de investimento, que poderá ser pedida junto da mesma. O Negócios alerta para a possibilidade de existirem conflitos de interesse nalguns bancos de investimento em relação à cotada analisada, como participações no seu capital. Para tomar decisões de investimento deverá consultar a nota de "research" na íntegra e informar-se junto do seu intermediário financeiro.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI