Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Grupo de credores contra plano de recuperação proposto pela Oi

O grupo de credores representado pela Moelis, e detentor de 40% dos títulos de dívida da Oi, considera que o plano apresentado pela operadora não se adequa aos interesses dos obrigacionistas.

Reuters
Sara Ribeiro sararibeiro@negocios.pt 08 de Setembro de 2016 às 16:12
  • Partilhar artigo
  • ...

O plano de recuperação judicial apresentado na segunda-feira pela Oi não agradou ao grupo de credores assessorado pela Moelis, Cleary Gottlieb Steen and Hamilton e Pinheiro Neto Advogados.

De acordo com um comunicado emitido pelo grupo, citado pelo Valor Econômico, a proposta reflecte uma tentativa inapropriada de mascarar a realocação de valores aos accionistas da companhia, em detrimento dos credores".

E critica o facto de o plano ter sido apresentado sem negociação prévia ou consulta ao grupo de obrigacionistas, "apesar dos inúmeros pedidos.

A operadora propõe que parte dos créditos, até um limite de 32,3 mil milhões de reais (8,8 mil milhões de euros), seja convertida em acções. E no caso da não conversão da dívida em capital propõe um período de carência de 11 anos. Ou seja, sugere pagar em 14 parcelas semestrais a partir do 11º ano após aprovação do plano de recuperação judicial.

Agora, segundo o mesmo comunicado, o grupo que representa 40% do total do volume de dívida da Oi, vai discutir juntamente com outros credores alterações ao plano apresentado pelo conselho de administração da Oi, que tem a Pharol como maior accionista.

Tal como a lei brasileira prevê, a empresa tem 30 dias para negociar com os credores após a apresentação do plano de recuperação.

Ver comentários
Saber mais Oi Pharol recuperação judicial credores Moelis
Outras Notícias