Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Autocarros com horários alterados na AML nas vésperas de feriado

Em nota de imprensa divulgada este domingo, a AML refere que as alterações de horários são "ajustadas para fazer face à procura nessas datas", mas salvaguardando "a necessidade de se garantir os serviços de transporte junto de equipamentos essenciais", como unidades de saúde.

Rui Minderico
Lusa 29 de Novembro de 2020 às 21:22
Os autocarros que servem a Área Metropolitana de Lisboa (AML) vão ter horários alterados a 30 de novembro e a 7 de dezembro, dias em que o Governo decidiu dar tolerância de ponto por causa da pandemia da covid-19.

Em nota de imprensa hoje divulgada, a AML refere que as alterações de horários são "ajustadas para fazer face à procura nessas datas", mas salvaguardando "a necessidade de se garantir os serviços de transporte junto de equipamentos essenciais", como unidades de saúde.

Consoante o operador de transporte público rodoviário, as carreiras de autocarros passam a funcionar nestes dois dias com horários do "período não escolar", de vésperas de feriados ou de sábado, mantendo-se ou reforçando-se o serviço para hospitais.

Por decisão do Governo, a 30 de novembro e a 7 de dezembro, vésperas de feriados, não haverá aulas e a função pública terá tolerância de ponto.

O Governo pediu ao setor privado para dispensar também os trabalhadores nestes dois dias.

A decisão governamental faz parte de um lote de medidas anunciadas há uma semana para conter a pandemia da covid-19, no quadro do novo período de estado de emergência, que vigora até às 23:59 de 8 de dezembro.

A AML integra 18 concelhos, nove a norte do Tejo (Amadora, Cascais, Lisboa, Loures, Mafra, Odivelas, Oeiras, Sintra e Vila Franca de Xira) e nove a sul (Alcochete, Almada, Barreiro, Montijo, Moita, Palmela, Seixal, Sesimbra e Setúbal)

A pandemia da covid-19 provocou pelo menos 1.453.074 mortos resultantes de mais de 62,5 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência noticiosa francesa AFP.

Em Portugal, morreram 4.427 pessoas dos 294.799 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A covid-19 é uma doença respiratória causada por um novo coronavírus (tipo de vírus) detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.
Ver comentários
Saber mais Governo AML Área Metropolitana Lisboa política transportes transporte rodoviário
Outras Notícias
Publicidade
C•Studio