Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Uber chega hoje ao Porto

Em Lisboa, a aplicação assinou uma parceria com a TAP. A medida já levou os taxistas a escrever ao presidente da companhia aérea.

Bloomberg
Wilson Ledo wilsonledo@negocios.pt 16 de Dezembro de 2014 às 12:59
  • Assine já 1€/1 mês
  • 9
  • ...

A Uber, aplicação que permite requisitar um serviço de transportes, chegou ao Porto. O anúncio foi feito esta terça-feira, 16 de Dezembro, pela tecnológica norte-americana.

 

Na Invicta será disponibilizada a modalidade UberX que permite aceder a "carros comuns" conduzidos por motoristas profissionais licenciados. Assim, o serviço acaba por se aproximar mais ao executado pelos taxistas.

 

O UberX chega também a Lisboa, onde já estava em marcha o UberBLACK. A última modalidade permitia requisitar veículos de luxo conduzidos por motoristas profissionais. A nova opção será, por isso, mais barata.

 

A empresa cumpre assim a sua vontade de alargar a gama de serviços, como já tinha avançado o Negócios a 9 de Dezembro. Nessa altura, fonte oficial do Governo dizia que a Uber não concorre directamente com o serviço de táxis.

 

Opinião diferente têm os taxistas portugueses, que se juntaram aos esforços da União Internacional dos Transportes Rodoviários (IRU, na sigla inglesa) para tentar bloquear o serviço nos vários países onde opera. Frankfurt, Nevada, Espanha, Nova Deli e mais recentemente França já tomaram medidas nesse sentido.

 

Em Lisboa, a transportadora aérea TAP anunciou esta segunda-feira, 15 de Dezembro, uma parceria com a Uber para "facilitar os trajectos entre o aeroporto de Lisboa e a cidade".

 

Os taxistas não tardaram a reagir. Em carta enviada ao presidente da TAP, Fernando Pinto, estes profissionais dizem desconhecer "que licenciamento foi concedido a esta entidade [Uber] para efectuar, à margem da lei do acesso e exercício, transporte de passageiros em Portugal".

 

A ANTRAL (Associação Nacional dos Transportadores Rodoviários em Automóveis Ligeiros) alerta ainda para o número de táxis "mais do que suficientes" para garantir o serviço na praça do aeroporto, cujo regulamento se encontra actualmente em redefinição com a Câmara Municipal de Lisboa.

 

Para a organização, que critica a postura de inactividade do Governo nesta questão, a notícia da parceria "relaciona, estranhamente, a TAP com uma actividade de transporte ilegal, o que muito nos surpreende".

Ver comentários
Saber mais Lisboa Governo TAP ANTRAL Automóveis Ligeiros Câmara Municipal de Lisboa economia negócios e finanças transportes transporte rodoviário política uber tecnologia táxis taxistas
Mais lidas
Outras Notícias