Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Paula Amorim quer comprar e transformar a Comporta num JNcQUOI

A presidente do grupo Amorim formou um consórcio com o grupo imobiliário Vanguard Properties para comprar a Herdade da Comporta, cujo fundo proprietário está em insolvência. Na corrida ao negócio estarão também a luxemburguesa Oakvest e o aristocrata francês Louis-Albert de Broglie.

Negócios jng@negocios.pt 19 de Maio de 2018 às 12:30
  • Assine já 1€/1 mês
  • 4
  • ...

A marca JNcQUOI, nome do restaurante de luxo de Paula Amorim em Lisboa, é a cara do projecto desenhado por um novo consórcio candidato à compra da Herdade da Comporta, numa aliança entre a presidente do grupo Amorim e o grupo imobiliário Vanguard Properties, fundado pelo milionário francês Claude Berda, que vive na Suíça, avança o Expresso na sua edição deste sábado, 19 de Maio.

 

"Há, de facto, um consórcio sólido formado pelo maior grupo económico português, que tem como accionista Paula Amorim", confirmou o porta-voz de Claude Berda ao semanário, acrescentando que, assim que a venda seja decidida, estão "financeiramente aptos a concluir" a aquisição da Comporta.

 

José Cardoso Botelho, director da Vanguard, avança que o consórcio pretende adquirir 1.360 hectares de terreno na Comporta, não fala em valores - "o valor oferecido não pode, nesta fase, ser revelado", mas garante que "a oferta, à luz da informação disponibilizada, é justa e adequada, tendo em consideração os enormes desafios do projecto".

 

Aquando da oferta do empresário Pedro Almeida, que não foi firmada porque o Ministério Público não autorizou o levantamento do arresto da herdade, a avaliação da Herdade da Comporta rondava os 420 milhões de euros.

 

O consórcio Vanguard/Amorim quer concluir "as obras de infra-estruturas há muito iniciadas e terminar o campo de golfe, em primeiro lugar" e "dar início às obras de infra-estruturas nunca começadas", adiantou ainda ao Expresso o porta-voz de Claude Berda.

 

Na corrida à compra da Comporta estarão ainda a "holding" luxemburguesa Oakvest, que é controlada pelo empresário britânico Mark Holyoake, e, segundo a revista Visão, o aristocrata francês Louis-Albert de Broglie, filho de um antigo ministro de charles de Gaulle.

 

Detida pela Herdade da Comporta - Fundo Especial de Investimento Imobiliário Fechado, a herdade está à venda desde que os donos entraram em insolvência com o colapso do Banco Espírito Santo (BES). Agora, ou vende ou arrisca-se a ir à falência.

A Rioforte, sociedade do Grupo Espírito Santo em insolvência no Luxemburgo, é dona de 59% das unidades de participação do fundo,

 

Em Abril, os donos do fundo votaram contra o seu aumento de capital de 43 milhões de euros, sem terem avançado alternativas.

Ver comentários
Saber mais herdade da comporta paula amorim bes vanguard properties broglie oakvest claude berda pedro almeida
Mais lidas
Outras Notícias