Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

BCP e EDP levam PSI-20 a reforçar os ganhos

A bolsa nacional acompanha a tendência positiva das principais praças europeias, com a maioria das cotadas em alta. Três empresas seguem em máximos de mais de três anos.

Euronext bolsa PSI
Miguel Baltazar/Negócios
Rita Faria afaria@negocios.pt 23 de Maio de 2017 às 13:32
  • Assine já 1€/1 mês
  • 14
  • ...

A bolsa nacional, em alta pela terceira sessão consecutiva, está a reforçar a tendência positiva, com o PSI-20 a ganhar 0,55% para 5.206,63 pontos. Das 19 cotadas, 14 estão em alta, três em queda e duas inalteradas.

 

Lisboa acompanha, desta forma, o sinal verde das principais congéneres europeias, que seguem em alta, imunes ao ataque terrorista de ontem à noite, em Manchester, que resultou na morte de, pelo menos, 22 pessoas.

 

O índice de referência para o Velho Continente, o Stoxx600, sobe 0,36% para 392,53 pontos, impulsionado sobretudo pelas cotadas do sector da banca e tecnologia. O espanhol IBEX, com uma subida de 1,21%, lidera os ganhos.

 

Por cá, o BCP e a EDP são as cotadas que mais contribuem para a valorização do PSI-20. O banco liderado por Nuno Amado soma 0,85% para 21,48 cêntimos, depois de ter comunicado que vendeu a totalidade da posição na Pharol. O banco detinha 6,17% da antiga Portugal Telecom (PT SGPS), mas comunicou que esta terça-feira, 23 de Maio, deixou de ter qualquer posição na empresa liderada por Palha da Silva. Os títulos da Pharol descem 0,78% para 25,3 cêntimos.

 

Isto no dia em que o banco foi aos mercados para se financiar em 1.000 milhões de euros em obrigações hipotecárias a cinco anos.

De acordo com a Bloomberg, que cita fonte próxima do processo, a emissão foi feita a uma taxa de 65 pontos base acima da "midswap" - avaliada em 0,2246%. Um valor que ficou abaixo dos guidance iniciais: apontava-se primeiro para um prémio de 75 pontos base sobre aquela taxa, um valor depois reduzido para 70 pontos.

 

A EDP, por seu lado, ganha 0,99% para 3,178 euros, numa altura em que a EDP Renováveis desce 0,37% para 6,984 euros. Ainda no sector da energia, a Galp sobe 0,32% para 14,29 euros enquanto a REN valoriza 0,68% para 2,954 euros, o valor mais elevado desde Abril de 2010.

 

Em máximos, mas de Julho de 2014, estão os títulos da Novabase com uma subida de 2,11% para 3,29 euros. Já a Semapa atingiu um novo máximo histórico nos 16,325 euros, seguindo a valorizar nesta altura 0,69% para 16,125 euros.

 

A contribuir para a tendência positiva do PSI-20 estão ainda os CTT, a Corticeira Amorim e a Mota-Engil. A empresa de correios ganha 1,16% para 5,422 euros, a Corticeira Amorim soma 1,39% para 11,345 euros e a construtora sobe 1,94% para 2,679 euros. 

Ver comentários
Saber mais bolsa nacional PSI-20
Mais lidas
Outras Notícias