Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Bons resultados da Google ofuscam tensões geopolíticas e animam Wall Street

As principais bolsas norte-americanas encerraram no verde, animadas pelo bom desempenho da Google, que reportou um volume de negócios acima das estimativas.

Bloomberg
Carla Pedro cpedro@negocios.pt 18 de Julho de 2014 às 21:17
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O índice industrial Dow Jones fechou a subir 0,73% para 17.100,18 pontos e o Standard & Poor’s 500 avançou 1% para 1.978,22 pontos.

 

Na sessão de quinta-feira, o S&P 500 tinha registado a maior queda desde Abril devido aos receios de uma intensificação do conflito na Ucrânia após um avião da Malaysian Airlines com 298 pessoas a bordo, que tinha saído de Amesterdão com destino a Kuala Lumpur, ter sido abatido na quinta-feira por um míssil terra-ar quando sobrevoava o leste do país.

 

Por seu lado, o tecnológico Nasdaq Composite terminou a sessão desta sexta-feira a valorizar 1,57%, para 4.432,14 pontos.

 

Os dados macroeconómicos hoje divulgados do outro lado do Atlântico foram mistos. O índice dos indicadores avançados aumentou em Junho, pelo quinto mês consecutivo, mostrando que a economia norte-americana continua a dar mostras de dinamismo. Em contrapartida, o índice preliminar da confiança dos consumidores para Julho, medido pela Thomson Reuters e pela Universidade do Michigan, desceu para 81,3 pontos (contra 82,5 em Junho), quando a expectativa era que tivesse subido para 83 pontos.

 

Os investidores acabaram contudo por dar mais peso aos bons resultados das empresas que têm estado a reportar as contas trimestrais, se bem que se mantenham atentos às tensões geopolíticas, numa altura em prossegue a ofensiva israelita em Gaza e em que se tenta apurar quem tem responsabilidades na queda do avião da Malaysian Airlines.

 

A Google deu o mote às boas performances do dia, devido às vendas acima do esperado, no seu segundo trimestre fiscal, que ofuscaram a queda das receitas da IBM e a projecção aquém do esperado das vendas da Advanced Micro Devices (AMD) para o terceiro trimestre – que dá sinais de que a fabricante de microprocessadores não está a beneficiar da retoma nas compras de computadores por parte do mundo empresarial.

 

A dona do motor de busca mais popular do mundo avançou 3,7% para 595,08 dólares. Já a AMD afundou 16%, naquela que foi a maior queda desde 2012.

Ver comentários
Saber mais Standard & Poor's 500 Nasdaq Composite Dow Jones Wall Street bolsas EUA
Outras Notícias