Bolsa Galp em ex-dividendo cai mais de 2% e pressiona PSI-20

Galp em ex-dividendo cai mais de 2% e pressiona PSI-20

A bolsa nacional acompanha as perdas ligeiras das congéneres europeias, com apenas três cotadas no vermelho: a Galp, a Jerónimo Martins e a EDP.
A carregar o vídeo ...
Rita Faria 06 de setembro de 2019 às 08:20

A bolsa nacional, que atingiu máximos de mais de um mês na sessão de ontem, abriu esta sexta-feira, 6 de setembro, em terreno negativo, com o PSI-20 a desvalorizar 0,21% para 4.960,13 pontos, apesar de a maioria das cotadas estar em alta (10).

As perdas estão, assim, a ser motivadas por apenas três empresas – as restantes cinco estão inalteradas - que são porém, pesos pesados da bolsa nacional e com muito peso no principal índice: a Galp Energia, a Jerónimo Martins e a EDP.

A maior queda é mesmo da petrolífera nacional, que está a descontar o dividendo de 31 cêntimos que vai ser pago aos acionistas. Os títulos descem 2,33% para 12,97 euros, mas se não fosse este efeito estariam inalterados.

A Jerónimo Martins, por seu lado, desliza 1,04% para 15,74 euros, depois de cinco sessões consecutivas de ganhos que levaram a retalhista para máximos de março de 2018.

A EDP cai 0,48% para 3,530 euros, enquanto a EDP Renováveis valoriza 0,4% para 10,06 euros.

Do lado das subidas destaca-se a Semapa e a Nos, com ganhos de 1% para 12,10 euros e de 0,48% para5,20 euros, respetivamente.

Na Europa, os principais índices também seguem com sinal vermelho, depois de ter sido revelado que a produção industrial da Alemanha caiu mais do que o esperado, aumentando os receios de uma recessão na maior economia europeia no segundo semestre deste ano.




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI