Bolsa Primeira empresa de "crowdfunding" no mercado secundário da Euronext

Primeira empresa de "crowdfunding" no mercado secundário da Euronext

A primeira empresa financiada através de "crowdfunding" começa a transaccionar numa plataforma secundária da Euronext esta quinta-feira.
Primeira empresa de "crowdfunding" no mercado secundário da Euronext
Bloomberg
Patrícia Abreu 25 de fevereiro de 2016 às 11:13

A primeira empresa financiada através de "crowdfunding" foi colocada esta quinta-feira, 25 de Fevereiro, numa plataforma electrónica de negociação para activos não cotados do mercado Euronext. Trata-se de mais um passo para tornar operações de financiamento de "crowdfunding" mais transparentes para os investidores.


Os investidores poderão dar ordens de compra e de venda naquilo que vai originar a primeira transacção secundária de um instrumento de "crowdfunding" numa plataforma de negociação na Europa, avança a Euronext num comunicado divulgado hoje.


Os instrumentos negociados são títulos de participação na companhia belga Domobios, emitidos pela plataforma de "crowdfunding" MyMicroInvest. Esta plataforma tem sido líder neste segmento, tendo ajudado a financiar com sucesso 41 companhias, através do levantamento de 14 milhões de euros de capital.


A Domobios é uma das empresas financiadas através da MyMicroInvest com recurso ao "crowdfunding" ligada ao sector da saúde. A start-up procura agora reforçar a sua actividade, através da expansão internacional.


Esta é mais uma iniciativa que pretende aumentar a transparência nestas operações de financiamento, que têm vindo a ganhar maior relevância nos últimos anos. Em Portugal, a CMVM publicou em Dezembro um projecto de regulamento relativo ao financiamento colaborativo, onde propõe introduzir algumas regras nestas actividades.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI