Bolsa PSI-20 abre no verde com ganhos dos CTT e energia

PSI-20 abre no verde com ganhos dos CTT e energia

Num arranque de semana negativo para as principais praças europeias, o PSI-20 segue em contramão e regista ganhos. CTT, EDP e Galp são das cotadas que mais contribuem positivamente para o desempenho do índice.
A carregar o vídeo ...
Ana Batalha Oliveira 20 de maio de 2019 às 08:24
A bolsa nacional está em alta, com o principal índice nacional, o PSI-20, a valorizar 0,11% para os 5.123,69 pontos. São doze as cotadas a subir, duas a descer e quatro as que seguem inalteradas.

Na Europa, o sentimento é o oposto, com a generalidade das principais praças a abrirem no vermelho. Os investidores continuam atentos à disputa comercial sino-americana, numa altura em que a fabricante de telemóveis Huawei ganha cada vez mais protagonismo. Depois de o presidente norte-americano, Donald Trump, ter colocado esta empresa na lista negra dos Estados Unidos, várias tecnológicas - da Google à Intel - estão a cortar relações e a suspender o fornecimento de componentes e serviços à Huawei.

Por cá, o peso pesado EDP contribui com uma valorização de 0,43% para os 3,27 euros e a Galp sobe 0,18% para 14,23 euros. a petrolífera segue em sintonia com o barril de petróleo em Londres, o qual valoriza 1,34% para os 73,18 dólares. As cotações da matéria-primaestão a beneficiar das crescentes tensões entre os Estados Unidos e o Irão, para além da reafirmação da parte da Organização de Países Exportadores de Petróleo de que os cortes na produção são para continuar. Este domingo, o presidente Donald Trump veio avolumar as preocupações sobre um potencial conflito entre os EUA e o Irão com um tweet: "Se o Irão quiser lutar, vai ser o fim oficial do Irão. Nunca mais voltem a ameaçar os Estados Unidos", escreveu o presidente dos EUA.

Os CTT acompanham no verde ao somarem 1,19% para os 2,21 euros, depois de o maior acionista, Manuel Champalimaud SGSPS, ter reforçado a sua posição. Este acionista comprou novos títulos numa altura em que estes negoceiam em mínimos históricos. De acordo com o comunicado enviado esta sexta-feira, 17 de maio, à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), na sexta-feira a empresa adquiriu 66.500 ações dos CTT, o que se traduz num investimento de 146.792 euros. Isto depois de, ainda esta semana, na quarta-feira, ter desembolsado 86.319 euros para adquirir outras 39.500 ações da empresa.

Ainda em destaque no espetro positivo está a Sonae Capital que soma 3,45% depois de, na passada sexta-feira, ter divulgado que assinou um acordo para a compra da cadeia de ginásios Urban Fit, através do segmento de fitness da empresa. Esta operação deverá ficar concluída no primeiro semestre deste ano e as novas unidades deverão fazer o rebranding para exibirem a insignía Pump. O portefólio da unidade de Fitness da Sonae Capital é atualmente constituído pelas marcas Pump (adquirida em 2018), Solinca e ONE.

Em contraste está a Sonae, que é uma das únicas duas cotadas que segue em queda, ao desvalorizar 0,82% para os 91 cêntimos.



pub

Marketing Automation certified by E-GOI