Empresas Champalimaud reforça nos CTT pela segunda vez esta semana

Champalimaud reforça nos CTT pela segunda vez esta semana

A maior acionista dos CTT passa a controlar, direta e indiretamente, 12,68% do capital da empresa de correios postais, cujos títulos estão a negociar em mínimos históricos.
Champalimaud reforça nos CTT pela segunda vez esta semana
Rafaela Burd Relvas 17 de maio de 2019 às 17:34
A Manuel Champalimaud SGSPS, maior acionista dos CTT, reforçou a sua posição, ao comprar ações da empresa de correios pela segunda vez nesta semana, numa altura em que os títulos negoceiam em mínimos históricos.

De acordo com o comunicado enviado esta sexta-feira, 17 de maio, à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a empresa adquiriu 66.500 ações dos CTT, a um preço médio de 2,2074 euros, o que se traduz num investimento de 146.792 euros. Isto depois de, ainda esta semana, na quarta-feira, ter desembolsado 86.319 euros para adquirir outras 39.500 ações da empresa.

A Manuel Champalimaud passa, assim, a controlar 12,381% dos CTT, através de 18.571.215 ações. Mas, ao todo, são-lhe imputadas 19.025.419 ações, representativas de 12,684% do capital, já que vários dos administradores da holding detêm diretamente ações dos CTT. Entre eles, está o próprio Manuel Champalimaud, bem como João Bento, que será o próximo presidente executivo da empresa de correios.

Estas compras ocorrem numa altura em que os CTT negoceiam em mínimos históricos na bolsa portuguesa, depois de Francisco Lacerda ter renunciado ao cargo de presidente executivo. Esta sexta-feira, os títulos fecharam a sessão a cair 1,36% para os 2,18 euros.



pub

Marketing Automation certified by E-GOI