Bolsa PSI-20 cai pela segunda sessão com Renováveis e Semapa a penalizar

PSI-20 cai pela segunda sessão com Renováveis e Semapa a penalizar

A bolsa nacional acompanhou a descida da maioria das praças europeias, que recuaram de máximos de um mês.
A carregar o vídeo ...
Rita Faria 19 de julho de 2018 às 16:43

A bolsa nacional encerrou em queda esta quinta-feira, 19 de Julho, pela segunda sessão consecutiva, com o PSI-20 a desvalorizar 0,10% para 5.617,80 pontos. Das 18 empresas que formam o principal índice nacional, oito estão em queda, nove em alta e uma inalterada.

 

Na Europa, a maioria dos índices também negoceia com sinal vermelho, numa altura em que o aumento das tensões comerciais está a pesar no sentimento do mercado. Esta quinta-feira foi noticiado que a União Europeia já está a preparar medidas de retaliação, caso Trump decida cumprir a sua ameaça de aumentar as tarifas sobre a importação de automóveis.

 

O índice de referência para a Europa, o Stoxx600, está a deslizar 0,26% para 386,07 pontos, penalizado sobretudo pelas empresas do sector da tecnologia e dos media, isto no dia em que foi revelado que a Comcast desistiu de tentar comprar os activos da Twenty-First Century Fox.

 

Em Lisboa, a EDP Renováveis e a Semapa estão entre as cotadas que mais pressionaram o PSI-20. A empresa liderada por Manso Neto caiu 1% para 8,885 euros, enquanto a casa-mãe, a EDP, deslizou 0,06% para 3,45 euros.

 

Ainda na energia, a Galp ganhou 0,65% para 16,935 euros e a REN subiu 0,73% para 2,488 euros.

 

Já a Semapa deslizou 2% para 22,05 euros, contrariando a evolução das congéneres do sector do papel. A Altri subiu 0,66% para 9,09 euros e a Navigator encerrou inalterada em 5,085 euros.

 

A contribuir para a tendência negativa da bolsa nacional estiveram ainda os CTT, a Sonae e a Nos. A empresa de correios perdeu 1,15% para 2,922 euros, a retalhista desvalorizou 1,53% para 99,85 cêntimos e a Nos recuou 0,42% para 4,778 euros.

 

Do lado dos ganhos destacaram-se, além da Galp e da REN, a Jerónimo Martins, com uma subida de 0,35% para 13,045 euros.




Marketing Automation certified by E-GOI