Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Resultados dão mais um arranque positivo a Wall Street

As principais bolsas dos Estados Unidos iniciaram a sessão em terreno positivo, impulsionadas pelos resultados das empresas, numa altura em que os investidores aguardam decisões da Fed.

Bloomberg
Rita Faria afaria@negocios.pt 29 de Julho de 2014 às 14:38
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

Os principais índices norte-americanos abriram esta terça-feira, 29 de Julho, em alta pela segunda sessão consecutiva, impulsionados pelos resultados das empresas, numa altura em que os investidores aguardam as conclusões da Reserva Federal norte-americana, depois de mais uma reunião periódica, que termina amanhã.

 

O índice industrial Dow Jones avança 0,19% para 17.015,11 pontos, enquanto o tecnológico Nasdaq sobe 0,28% para 4.457,301 pontos. Já o S&P500 valoriza 0,1% para 1.981,59 pontos.

 

A Merck & Co apresentou resultados que superaram as estimativas dos analistas. Já a United Parcel Service Inc. cortou as estimativas de lucros para o total do ano, depois dos resultados relativos ao segundo trimestre terem ficado abaixo das projecções.

 

"O fluxo geral de notícias sobre as empresas tem sido positivo", refere Robert Royle, da Smith & Williamson Investment Management, em declarações à Bloomberg. "O maior risco para o mercado é o sentimento, e o sentimento gira em torno da Fed".

 

A Reserva Federal norte-americana deverá reduzir as suas compras mensais de activos pela sexta vez de 35 mil milhões de dólares para 25 mil milhões, de acordo com os economistas consultados pela Bloomberg.

 

A American Express e a Newmont Mining Corp estão entre as empresas do S&P500 que apresentam resultados esta terça-feira. Cerca de 77% das empresas que já apresentaram as suas contas do segundo trimestre superou as estimativas dos analistas em relação aos lucros enquanto 66% superou as projecções de vendas, de acordo com os dados compilados pela Bloomberg.

 

Esta terça-feira, antes da abertura do mercado foi ainda divulgado que os preços das casas subiram nos doze meses terminados em Maio ao ritmo mais lento em mais de um ano.

 

Ver comentários
Saber mais Reserva Federal Merck & Co United Parcel Service Inc mercado e câmbios bolsa
Mais lidas
Outras Notícias