Bolsa Tesla acelerou dos 0 aos 61 e deu asas a Wall Street

Tesla acelerou dos 0 aos 61 e deu asas a Wall Street

As bolsas norte-americanas encerraram em alta, sustentadas sobretudo pela movimentação altista da Tesla depois de o seu CEO ter dito que está a ponderar retirar de bolsa a fabricante de veículos eléctricos.
Tesla acelerou dos 0 aos 61 e deu asas a Wall Street
Reuters
Carla Pedro 07 de agosto de 2018 às 21:39

O Dow Jones fechou a somar0,50% para 25.628,91 pontos e o Standard & Poor’s 500 avançou 0,28% para 2.858,45 pontos – ficando a 14 pontos de atingir o máximo histórico marcado no passado dia 26 de Janeiro.

 

Já o tecnológico Nasdaq Composite ganhou 0,31% para se fixar nos 7.883,66 pontos – também perto do seu máximo de sempre, estabelecido a 25 de Julho nos 7.933,31 pontos.

As bolsas do outro lado do Atlântico estavam a ter uma sessão morna, com a cautela a imperar juntos dos investidores devido às tensões comerciais entre os EUA e China, quando um tweet de 61 caracteres do CEO da Tesla mudou tudo.

 

Elon Musk escreveu na rede social das micromensagens, dizendo que está a pensar retirar a Tesla de bolsa, a 420 dólares por acção. O mercado reagiu de imediato em alta, tendo as acções chegado a disparar 8,53% para 371,15 dólares. "Precisou apenas de 61 caracteres para aumentar a sua riqueza em 900 milhões de dólares", escreveu a Bloomberg.

 

Ao preço de 420 dólares, a empresa vale 71,6 mil milhões de dólares (82 mil milhões contando com a dívida). Segundo os dados da Bloomberg, Musk tem uma posição de 19,78% na Tesla, o que significa que terá de desembolsar 57,5 mil milhões de dólares para comprar a restante parte.

 

A Secutities and Exchange Commission (SEC), autoridade reguladora do mercado de capitais nos EUA, correspondente à CMVM em Portugal, decretou ao final da tarde a suspensão da negociação das acções da fabricante norte-americana de veículos eléctricos Tesla, à espera de uma clarificação sobre os tweets do seu CEO, Elon Musk, dizendo que iria tornar a empresa privada.

 

Entretanto, a 15 minutos do fecho regular da sessão bolsista em Wall Street, a SEC voltou a permitir a negociação da Tesla, que de imediato disparou 13,30% para 387,46 dólares.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI