Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Euro perde terreno face ao dólar com incerteza em Atenas

A moeda única está a perder cerca de 0,5% face à divisa norte-americana pressionada apela incerteza face à capacidade de Atenas cumprir as suas obrigações. A Comissão Europeia já avisou que o país ainda não garantiu o desembolso de mais dinheiro.

Bloomberg
Rita Faria afaria@negocios.pt 30 de Março de 2015 às 16:50
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

O euro está a perder terreno face ao dólar esta segunda-feira, 30 de Março, depois de dois ganhos semanais consecutivos. A moeda única desce 0,53% para 1,0831 dólares, numa altura em que persistem os receios sobre o futuro da Grécia no euro.

 

Segundo a Comissão Europeia, Atenas ainda não entregou aos parceiros europeus uma lista de reformas suficientemente concreta e abrangente, que é condição essencial para o desembolso de mais dinheiro.

 

"A bola está no campo da Grécia", disse esta segunda-feira, Martin Jäger, porta-voz do ministro das Finanças alemão. "Precisamos de esperar que o lado grego apresente uma lista abrangente de medidas em termos que possibilitem uma discussão com as instituições [troika] e, a seguir, com o Eurogrupo [ministros das Finanças do euro]", explicou, citado pela Reuters. "Muito depende" - acrescentou - "da qualidade da lista grega e desta incluir elementos que estavam referidos no memorando" assinado entre Atenas e os seus credores.

 

O euro retomou, assim, a tendência de queda que tem vindo a registar desde que o Banco Central Europeu (BCE) iniciou o seu programa de compra de dívida, e que levou a moeda única a atingir um mínimo de Dezembro de 2002 no passado dia 16 de Março em 1,0458 dólares.

 

Ao mesmo tempo, o dólar sobe face aos 16 principais pares, impulsionado pela divulgação de dados que mostram que os gastos dos consumidores subiram 0,1% em Fevereiro. Já o rendimento das famílias aumentou 0,4% em Fevereiro pelo segundo mês consecutivo, enquanto a taxa de poupança cresceu de 5,5% para 5,8%, a mais elevada desde Dezembro de 2012. 

Ver comentários
Saber mais Grécia Comissão Europeia Atenas Eurogrupo Banco Central Europeu economia negócios e finanças macroeconomia
Outras Notícias