Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Concessão de crédito ao consumo cai em Junho

O valor concedido em crédito ao consumo caiu em Junho face ao mês anterior. Mas o montante continua a ser superior ao registado no mesmo período do ano anterior.

consumo pessoas
Reuters
Rui Barroso ruibarroso@negocios.pt 16 de Agosto de 2016 às 12:22
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O valor concedido em crédito ao consumo abrandou em Junho. O montante atribuído neste tipo de crédito desceu 2,2% face ao mês anterior para 485,94 milhões de euros, segundo dados provisórios divulgados esta terça-feira, 16 de Agosto, pelo Banco de Portugal. Apesar da queda mensal, face ao ano anterior o montante concedido teve um aumento significativo, de 17,2%. Foram concedidos mais 71,3 milhões de euros que no mesmo período do ano anterior.

Em termos mensais, praticamente todos os segmentos tiveram uma quebra. No crédito pessoal, houve uma descida de 8% para 205,3 milhões de euros. E no crédito para compra de automóvel, o montante dos novos contratos caiu 0,35% para 189,8 milhões de euros. No entanto, houve uma excepção. O recurso a cartões de crédito, linhas de crédito, contas correntes bancárias e facilidades de descoberto teve uma subida mensal de 9,3% para 90,8 milhões de euros.

Subida de 20% face a 2015

Apesar do abrandamento mensal dos montantes do novo crédito ao consumo, continua a registar-se um aumento significativo face ao valor concedido no mesmo período do ano anterior. Nos primeiros seis meses de 2016, o montante contratado situa-se já em 2,84 mil milhões de euros, mais 20,5% que os 2,36 mil milhões de euros atribuídos no mesmo período de 2015.

Todos os segmentos (crédito pessoal, crédito para compra de automóvel e cartões de crédito e descobertos) apresentam subidas no acumulado do ano. Mas o maior aumento é verificado no crédito para a compra de automóvel. O montante atribuído foi de 1,06 mil milhões de euros nos primeiros seis meses do ano, mais 30,7% que no mesmo período do ano anterior.

Ver comentários
Saber mais Banco de Portugal economia negócios e finanças macroeconomia economia (geral) crédito consumo Banca
Mais lidas
Outras Notícias