Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Abertura dos mercados: Banco do Japão reforça programa de estímulos e anima mercados bolsistas

As bolsas japonesas negociaram esta terça-feira em forte alta, animadas pela decisão do banco central do Japão de reforçar o programa de estímulos à economia. Na Europa, os mercados aguardam a divulgação do índice ZEW e da taxa de inflação no Reino Unido. Wall Street regressa à negociação após um fim-de-semana prolongado.

Ana Luísa Marques anamarques@negocios.pt 18 de Fevereiro de 2014 às 07:41
  • Partilhar artigo
  • 2
  • ...

O índice que reúne os principais mercados asiáticos – MSCI Ásia Pacífico – fechou hoje no valor mais elevado desde 24 de Janeiro, após um ganho de 0,8% para 137,38 pontos. As maiores valorizações registaram-se no Japão, onde o Nikkei subiu 3,13% e o Topix avançou 2,68%.

 

Os mercados nipónicos beneficiaram de um reforço das medidas de estímulo à economia por parte do Banco do Japão. O banco quase duplicou os instrumentos de financiamento à economia de 4,1 biliões de ienes para 7 biliões de dólares. 

 

Na Europa, aguarda-se a divulgação do índice de sentimento económico ZEW, poucos dias após ser conhecido que o desempenho da economia da Zona Euro foi melhor do esperado no último trimestre de 2013. As expectativas dos analistas são positivas.  

 

Esta manhã será ainda divulgada a taxa de inflação do Reino Unido no mês de Janeiro. As expectativas é que a inflação volte a abrandar, desta vez para 1,9% - ficando assim em linha com a meta definida pelo Banco de Inglaterra. 

 

No mercado petrolífero, o preço do WTI segue em alta devido às perspectivas de aumento da procura da matéria-prima. O WTI ganha 0,37% para 100,67 dólares, enquanto em Londres o Brent regista uma queda ligeira de 0,11% para 109,06 pontos.  

 

(Notícia actualizada às 08h00)

Ver comentários
Saber mais Wall Street bolsas Europa Ásia
Outras Notícias