Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Banca leva praças europeias a encerrarem a valorizar

As praças europeias encerraram hoje a valorizar, impulsionadas pelo sector da banca, depois do holandês ING e do inglês Barclays terem apresentado lucros acima das estimativas dos analistas. O Dow Jones Stoxx 50 encerrou a avançar 0,04%.

Isabel Aveiro ia@negocios.pt 05 de Agosto de 2004 às 17:30
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

As praças europeias encerraram hoje a valorizar, impulsionadas pelo sector da banca, depois do holandês ING e do inglês Barclays terem apresentado lucros acima das estimativas dos analistas. O Dow Jones Stoxx 50 encerrou a avançar 0,04%.

O Banco de Inglaterra aumentou hoje a taxa de referência do Reino Unido, em um quarto de ponto base, para 4,75%, o nível mais elevado dos últimos três anos. Já o Banco Central da Europa (BCE) manteve a taxa de juro inalterada nos 2%.

O índice holandês AEX avançou 0,76%, para 325,85 pontos. O grupo financeiro ING avançou 2,9%, para 19,55 euros, depois de apresentar resultados líquidos de 1,64 mil milhões de euros no segundo trimestre deste ano, além das estimativas dos analistas consultados pela Bloomberg, que aguardavam lucros de 1,13 mil milhões de euros, no período em análise.

Em Paris, o CAC-40 [CAC] apreciou 0,43%, para 3.622,98 pontos. A European Aeronautic, Defense & Space (EADS), maior fabricante aeronáutica da Europa, que detém 80% da Airbus, ganhou 1,4%, para 22,42 euros. A Virgin Atlantic Airways, a companhia de custos baixos controlada pelo empresário Richard Branson, reservou à fabricante 26 aviões modelo A340-600, uma encomenda avaliada em 5,5 mil milhões de dólares (4,56 mil milhões de euros), de forma a ampliar a sua rede de ligações aéreas.

O índice espanhol IBEX-35 [ibex] ganhou 0,31%, para 7.836,50 pontos. O Banco Español de Crédito apreciou 0,1%, para 9,24 euros, depois da Ahorro Corporacion Financiera ter revisto a sua recomendação para as acções do banco espanhol, de «manter» para «comprar».

Em Frankfurt, o DAX [dax] valorizou 0,14%, para 3.829,03 pontos. O grupo HVB avançou 3,8%, para 13,35 euros, depois do terceiro maior banco alemão ter apresentado, pela segunda vez consecutiva, resultados líquidos positivos no trimestre, impulsionado pela venda de activos, além de reiterar a sua previsão de lucros e receitas anuais para 2004.

O índice britânico FTSE [UKX] avançou 0,12%, para 4.413,40 pontos. O Barclays, o terceiro maior aforrador britânico por activos, avançou 2,6%, para 482 pence, depois de apresentar lucros semestrais de 1,72 mil milhões de libras, acima do previsto pelos analistas consultados pela agência noticiosa norte-americana, de 1,55 mil milhões de libras, para o mesmo período.

Outras Notícias