A carregar o vídeo ...
Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Euro em queda com obrigações gregas

A moeda única europeia desce face ao dólar depois de a Grécia ter vendido obrigações no valor de 1,56 mil milhões de euros, naquela que foi a primeira emissão desde que foi divulgado o pacote de ajudas da Zona Euro que se destina a impedir o incumprimento da República Helénica.

Hugo Paula hugopaula@negocios.pt 13 de Abril de 2010 às 12:15
  • Partilhar artigo
  • ...
A moeda única europeia desce face ao dólar depois de a Grécia ter vendido obrigações no valor de 1,56 mil milhões de euros, naquela que foi a primeira emissão desde que foi divulgado o pacote de ajudas da Zona Euro que se destina a impedir o incumprimento da República Helénica.

O euro desce 0,10% para 1,3578 dólares por acção e inverteu a tendência de ganhos das últimas três sessões. A divisa europeia chegou a negociar em território positivo durante esta manhã, fixando um novo máximo de três semanas nos 1,3692 dólares.

“O euro voltou a sentir-se pesado, reflectindo o facto de que as taxas de retorno são mais elevadas do que seria com o plano de ajudas”, disse o chefe de estratégia cambial do Toyal Bank of Canada na Europa, Adam Cole à Bloomberg. “Existe cepticismo no mercado de que a Grécia venha a pedir as ajudas e isso vai continuar a pesar no euro no curto prazo, pelo menos”.

Esta manhã a Bloomberg reportava que os analistas de casas de investimento como a Morgan Stanley e o BNP Paribas, dizem que os recentes ganhos do euro deverão estar perto do fim, mesmo depois de uma emissão de divida grega que fosse bem sucedida. O motivo são as previsões de crescimento na Europa, mais lento do que noutras economias desenvolvidas.


“Os problemas do euro estão longe do fim”, disse uma equipa de analistas liderada pelo chefe de estratégia cambial do BNP Paribas, Hans-Guenter Redeker à Bloomberg. “O mais provável é que o resgate seja feito e que as economia periferais da Zona Euro tenham de atravessar um processo doloroso de ajustamento fiscal e salarial”.

Já o responsável pela análise do Bank of Tokio-Mitsubishi UFJ, Derek Halpenny disse que o euro está a subir impulsionado pelo abrandamento dos receios em torno da crise orçamental grega mas que “o pacote financeiro não altera a perspectiva de médio-prazo, que aponta para que a Zona Euro tenha um desempenho inferior ao de outras economias desenvolvidas”, segundo uma nota de investimento citada pela Bloomberg.



Veja também:

A cotação detalhada e o gráfico interactivo do euro face ao dólar

A evolução dos principais câmbios do euro e do dólar


Ver comentários
Outras Notícias