Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Sonae Indústria entra no PSI-20 e Media Capital sai (act.)

A Sonae Indústria vai passar a fazer parte do índice PSI-20 no início de Julho, substituindo a Media Capital, segundo um comunicado da Euronext Lisbon. O Banif e a ESFG continuam na lista de espera.

Pedro Carvalho pc@mediafin.pt 20 de Junho de 2006 às 17:29
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A Sonae Indústria vai passar a fazer parte do índice PSI-20 no início de Julho, substituindo a Media Capital, segundo um comunicado da Euronext Lisbon. O Banif e a ESFG continuam na lista de espera.

A Sonae Indústria [SONI] vai no início de Julho integrar o índice PSI-20 [PSI20], segundo anunciou a Euronext Lisbon em comunicado.

Com esta entrada, Belmiro de Azevedo, que lançou uma oferta pública de aquisição (OPA) sobre a Portugal Telecom [PTC], passa a ter três cotadas no principal índice da Euronext Lisbon.

A Indústria, cujo maior accionista é a «holding» de Belmiro de Azevedo, vai se juntar à «holding» Sonae SGPS [SNC] e à Sonaecom [SNC]. A unidade industrial do grupo vai ocupar o lugar deixado vago pela Media Capital [MCP].

O facto de os espanhóis da Prisa e dos alemães da Bertelsmann/RTL Group terem reforçado as suas posições para o limiar de uma OPA baixou o "free-float"da detentora da TVI para cerca de 10%.

Depois de, em Novembro de 2005 e em Março de 2006, a Prisa e a RTL terem ambas aumentado as suas participações para 33%,a liquidez da empresa liderada por Miguel Pais do Amaral baixou em mais de 70%.

A liquidez é de resto o principal critério utilizado pela Comissão Gestora do índice PSI-20 para definir as entradas e as saídas do cabaz.

O critério de selecção diz que «as emissões elegíveis [para integrar o índice] são hierarquizadas em função do valor transaccionado calculado com base na informação estatística mais recente, referente a um período de seis meses».

No final de Maio, uma simulação feita pelo Jornal de Negócios, ainda com cinco sessões para completar o período de seis meses, apontava para as entradas da Sonae Indústria e da Espírito Santo Financial Group [ESF] (ESFG) e para as saídas Media Capital e da Reditus [RED].

Segundo o comunicado da Euronext Lisbon, a «holding» que controla o Banco Espírito Santo [BESNN] e o Banif [BANIN] continuam a encabeçar a Lista de Espera. A Media Capital só aparece no terceiro lugar.

Outras Notícias