Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Procura para armazenar excesso de diesel no mar está a aumentar rapidamente

Globalmente, a quantidade de combustível do tipo diesel mantida em armazenamento flutuante aumentou em cerca de 10% nas primeiras duas semanas deste mês.

Torm A/S
Bloomberg 20 de Setembro de 2020 às 15:00
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

Grandes operadores de petróleo apressam-se a contratar petroleiros com o objetivo de armazenar o excesso de petróleo refinado como diesel e combustível de aviação nos oceanos do mundo.

 

O interesse no armazenamento flutuante de combustíveis, um dos sinais mais claros de excesso de oferta, será visto com preocupação por muitas das refinarias de petróleo do mundo – especialmente as da Europa – que estão a lidar com o pior mercado em muitos anos para os dois produtos devido ao efeito negativo que o coronavírus teve na procura.

 

A Torm A/S, quinta maior proprietária mundial de petroleiros, diz que os pedidos de armazenamento estão a aumentar, ao passo que as empresas que analisam os movimentos dos petroleiros afirmam que a quantidade de combustível guardado no mar está a subir.

 

A Glencore, a Vitol e a Mabanaft reservaram navios-tanque para armazenar combustíveis. O Grupo Trafigura contratou cerca de 12 superpetroleiros na semana passada para possível armazenamento. A maioria era para petróleo, mas alguns eram para combustíveis.

 

"A procura europeia está a ser pressionada pela ameaça de uma segunda onda de covid-19 em todo o continente", comentou Jay Maroo, analista sénior de mercado da Vortexa. "O interesse pelo armazenamento flutuante a diesel parece prestes a aumentar".

 

Ressurgimento da covid-19

 

As reservas surgem numa altura de aumento no número de novos casos de coronavírus – e que a Agência Internacional de Energia e a OPEP receiam que acabe por afetar a procura de petróleo, servindo como um lembrete para o excesso de oferta crónica que levou os operadores a armazenar milhões de barris de petróleo e combustíveis em excesso nos navios-tanque no início do ano.

 

A Torm diz que o interesse no armazenamento flutuante está centrado na retenção de diesel no noroeste da Europa e tem o potencial de segurar navios e dar suporte a taxas de frete para embarcações que, de outra forma, estariam a competir para transportar cargas.

 

Da mesma forma, os dados de rastreamento de petroleiros sugerem que parte do armazenamento pode muito bem ocorrer no noroeste da Europa. Pelo menos três cargas de diesel dos EUA foram transferidas para petroleiros flutuantes no Mar do Norte este mês, em vez de serem descarregadas em tanques costeiros.

 

Os stocks de combustível do tipo diesel em armazenamento independente em terra no hub comercial de Amsterdão-Roterdão-Antuérpia aumentaram acentuadamente nas últimas semanas, subindo para o maior nível em 13 meses, de acordo com dados da Insights Global.

 

Ao mesmo tempo, os stocks de combustíveis destilados, incluindo o diesel no Golfo dos EUA, estão sazonalmente no seu patamar mais alto desde pelo menos 1991, de acordo com a Administração de Informações de Energia.

 

Fazendo o contango

 

Globalmente, a quantidade de combustível do tipo diesel mantida em armazenamento flutuante aumentou em cerca de 10% nas primeiras duas semanas deste mês, de acordo com a Vortexa. O combustível para aviação teve um aumento semelhante, chegando a 12,5 milhões de barris, a maioria dos quais mantidos na costa da Europa.

 

O armazenamento flutuante acontece quando o preço à vista do petróleo fica tão baixo em relação aos meses posteriores que os operadores podem comprar cargas, colocá-las em navios e vendê-las mais tarde com lucro – mesmo depois de pagar milhões de dólares pelo aluguel do navio. Essa estrutura do mercado de petróleo recebe o nome de contango.

 

Para o crude, o armazenamento flutuante baseado no contango muitas vezes significa contratar os maiores superpetroleiros do setor, porque são normalmente mais baratos por barril. Para o diesel – a menos que haja novos navios construídos –, os tanques menores são mais comuns.

(Artigo original: Demand to Store a Glut of Diesel at Sea Is Rising Fast)

Ver comentários
Saber mais Europa Torm A/S Vortexa Golfo dos EUA energia transportes gasóleo transporte marítimo e fluvial
Mais lidas
Outras Notícias