Mercados num minuto Abertura dos mercados: Bolsas arrancam semana em alta ligeira. Petróleo prossegue descidas

Abertura dos mercados: Bolsas arrancam semana em alta ligeira. Petróleo prossegue descidas

As bolsas europeias arrancaram a semana em alta, com exceção dos ibéricos PSI-20 e IBEX. O petróleo segue em queda nos mercados internacionais, enquanto o euro valoriza face ao dólar.
Abertura dos mercados: Bolsas arrancam semana em alta ligeira. Petróleo prossegue descidas
Bloomberg
Rita Faria 29 de abril de 2019 às 09:27

Os mercados em números

PSI-20 desce 0,22% para 5.408,06 pontos

Stoxx 600 sobe 0,08% para 391,33 pontos

Juros da dívida portuguesa a dez anos recuam 0,9 pontos para 1,113%

Euro soma 0,09% para 1,1161 dólares

Petróleo em Londres desvaloriza 0,46% para 71,82 dólares o barril

 

Bolsas europeias em alta ligeira

As bolsas europeias estão a negociar em alta ligeira esta segunda-feira, 29 de abril, com o mercado a refletir os dados sobre o crescimento da economia dos Estados Unidos, que foram conhecidos na sexta-feira, e a subida dos lucros industriais na China, em março, depois de quatro meses consecutivos de descidas.

 

As exceções são o português PSI-20, que desce 0,22% para 5.408,06 pontos, e o espanhol IBEX, que recua 0,53% para 9.455,20 pontos, depois de o PSOE ter vencido as eleições sem maioria, o que o obrigará a fazer alianças à esquerda ou à direita para governar.

 

Na bolsa de Lisboa, o PSI-20 está a ser penalizado sobretudo pela Jerónimo Martins e pela Galp. A retalhista cai 1,18% para 14,62 euros, a corrigir da forte subida de 6,5% na sexta-feira, enquanto a Galp perde 0,43% para 14,92 euros, depois de ter revelado que os seus lucros diminuíram 24% no primeiro trimestre para 103 milhões de euros.

  

Juros de Itália em queda com manutenção do rating pela S&P

Os juros da dívida soberana de Itália estão a descer esta segunda-feira, depois de a S&P ter mantido o rating do país em BBB com perspetiva negativa, na sexta-feira. A yield associada às obrigações italianas a dez anos cai 2,3 pontos para 2,558%.

 

Em Portugal, os juros a dez anos recuam 0,9 pontos para 1,113%, em Espanha descem 1,5 pontos para 1,003% e n Alemanha sobem 1,9 pontos para -0,005%.

 

Dólar cai pela segunda sessão

A moeda dos Estados Unidos está a desvalorizar face às principais congéneres mundiais pela segunda sessão consecutiva, depois de ter sido divulgado que o PIB dos Estados Unidos cresceu 3,2% no primeiro trimestre do ano, mas que esta evolução se explica sobretudo com efeitos temporários, incluindo a descida das importações e a subida dos inventários. Além disso, os preços cresceram abaixo do esperado, o que poderá dar mais argumentos à Fed para cortar os juros.    

 

Nesta altura, o índice que mede o desempenho do dólar face às principais congéneres cai 0,30%.

  

Petróleo abaixo dos 72 dólares em Londres

O petróleo está a desvalorizar pela terceira sessão em Londres, quarta em Nova Iorque, depois de o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ter voltado a instar os países da OPEP a aumentarem a sua produção de petróleo para travar a subida dos preços da matéria-prima.

 

Nesta altura, o West Texas Intermediate (WTI), negociado em Nova Iorque, cai 0,58% para 62,93 dólares, enquanto o Brent, transacionado em Londres, recua 0,46% para 71,82 dólares.  

 

Ouro desce pela primeira vez em quatro sessões

O metal precioso está hoje em queda pela primeira vez em quatro sessões, depois de ter subido 0,7% na sexta-feira. Esta subida refletiu a expectativa de que o crescimento dos preços abaixo do esperado nos Estados Unidos poderá levar a Fed a cortar os juros, o que é positivo para o ouro.

 

Nesta altura, o metal amarelo desvaloriza 0,33% para 1.281,95 dólares.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI