Outros sites Cofina
Notícia

A "app" que "revela o lado surfista do português"

Está com vontade de ir apanhar uma onda mas está sozinho? Com a Surf Stoke pode escolher o seu "spot" com base no estado do tempo e nos relatórios das pessoas que estão no mar. Com companhia e descontos em lojas da modalidade.

Diogo Ferreira Nunes diogonunes@negocios.pt 27 de Agosto de 2014 às 11:45
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A equipa da Surf Stoke é constituída por Nuno Ferro, Joana Matos, João Rodrigues e Francisco de Brito. A aplicação será lançada em Setembro, mês marcado pelo regresso dos surfistas às praias portuguesas.

 

 

Queremos incentivar a diversão e conhecer novos surfistas. As pessoas não gostam de surfar sozinhas.". Acabar com a "solidão" no "surf" é o principal objectivo da aplicação Surf Stoke, que será lançada em Setembro, conforme conta ao Negócios Joana Matos, de 23 anos.


A ideia nasceu em Novembro de 2013 quando a mestre em Gestão viu um "poster" na Universidade Católica. "Deixa lá ver o que é isto. Tive sempre o desafio de criar algo", conta a promotora da aplicação.


A ela juntaram-se João Rodrigues, responsável de estratégia e finanças, e Francisco de Brito, 23 anos, líder de vendas e "marketing", e venceram o "Desafio Mar". Ganharam a categoria de entretenimento, desporto, turismo e cultura da iniciativa da Portugal Telecom para o desenvolvimento de novos negócios na área. O prémio foi a integração, durante um ano, no "Blue Start", programa de apoio para novas empresas também da PT. Depois disso, Nuno Ferro, 33 anos, engenheiro informático, juntou-se à equipa, tornando-se responsável de desenvolvimento de produto. Em particular a "app", cujo funcionamento permite a ligação dos surfistas às marcas da modalidade, de quem recebem descontos: "quanto mais surfares [e for sendo descarregada informação], mais pontos fazes. E por cada patamar de pontos o utilizador sobe de nível", explica Joana Matos, acrescentando que "há alguns descontos que estarão disponíveis de imediato, mas outros só estarão conforme o avanço dos níveis". Isso permite que a aplicação seja gratuita. Para já, há parcerias com 20 marcas , "que colocam parte do orçamento no projecto", salienta Joana Matos.

 

A aplicação permite ligar surfistas e marcas, através de descontos: "quanto mais surfares, mais pontos fazes", refere Joana Matos.


A expressão "surf stoke" serve para descrever o êxtase sentido ao apanhar uma onda.


Para isso, além de "surfar", é preciso interagir, através do Facebook, com dados do desempenho do dia e melhorar a classificação junto dos utilizadores. "A maioria das aplicações é meramente informativa. Faltava a componente social", explica. Enquanto mostra aos outros onde está, os amigos têm acesso à informação do estado do mar no local, "graças aos dados das bóias do Instituto Hidrográfico, que se associou ao projecto", indica Joana Matos. "É uma informação valiosa", acrescenta.

 

 

 

Nome Surf Stoke
Preço Grátis
Disponibilidade Apple (Setembro) e Android (a partir de Outubro/Novembro)


Com esta aplicação pode mostrar aos seus amigos onde está a "surfar", com a fotografia do local e os dados do estado do mar em tempo real.

 


E porque é lançada tão perto do fim do Verão? "O Verão é o período em que há menor actividade no surf. Há muito poucos 'spots' (locais) para praticar a modalidade". Além disso, é nessa altura que decorrem os campeonatos de surf [etapa do Mundial em Peniche em Outubro]. "Queremos aproveitar esses eventos e cativar novos utilizadores", justifica a promotora. Uma ideia que vai marcar os próximos passos do projecto. 

 

 

 

_______________________________

 

Alternativas

 

 

Nome Beachcam
Preço Grátis
Disponibilidade Apple e Android


Esta aplicação permite ver vídeos em directo das praias e inclui notícias sobre o mundo do surf. A aplicação é desenvolvida pela Moche, marca para jovens do Meo.

 

 

 

Nome iSurfer - Surfing Coach
Preço 0,89 euros
Disponibilidade Apple


É apreciador da modalidade na televisão mas nunca teve oportunidade de a praticar? Esta aplicação permite, desde o nível mais básico, aprender a usar uma prancha de surf.

 

 

 

Nome Portugal Surf Guide
Preço 0,89 euros (Apple) ou 1 euro (Android)
Disponibilidade Apple e Android


Onde estão as melhores ondas de Portugal? Esta aplicação pretende dar-lhe a resposta, além de indicar locais para comer e dormir.

 

Mais notícias