Weekend Fortunato Frederico: “Queria ir para Angola como missionário quando o meu filho morreu”
Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE

Fortunato Frederico: “Queria ir para Angola como missionário quando o meu filho morreu”

Pobre e órfão de pai aos 15 dias de vida, passou pela pior provação de um pai. Sem saber inglês, já visitou meio mundo, vende para 61 países e tornou-se o maior fabricante português de calçado. Fortunato Frederico é de uma simplicidade desarmante. Uma entrevista de vida.
Fortunato Frederico: “Queria ir para Angola como missionário quando o meu filho morreu”
Paulo Duarte
Rui Neves Paulo Duarte - fotografia 09 de março de 2018 às 10:10

Queria perguntar-lhe: "Gostas dos sapatos?" Mas só lhe dizia "I like, I like, I like". Com poucos estudos, é um leitor compulsivo. Leu os clássicos. "Cem Anos de Solidão" é o preferido. Pobre e órfã)

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais



Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub