Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Actividade económica em máximos de Agosto de 2010

O indicador da actividade económica tocou, em Março, no valor mais elevado desde Agosto de 2010 enquanto o que mede o clima económico tocou, em Abril, máximos de Outubro desse mesmo ano.

Bruno Simão/Negócios
Ana Filipa Rego arego@negocios.pt 20 de Maio de 2014 às 11:22
  • Partilhar artigo
  • 21
  • ...

O Instituto Nacional de Estatística (INE) revela que o indicador de actividade económica acelerou em Março, atingindo o máximo desde Agosto de 2010, "na sequência da acentuada trajectória positiva iniciada em Junho de 2012".

 

Já o indicador de clima económico, acrescenta a mesma fonte, "recuperou ligeiramente em Abril, prolongando o perfil ascendente observado desde o início de 2013". Além disso, este indicador registou o valor mais elevado desde Outubro de 2010.

 

Nos serviços, o indicador de confiança estabilizou mas no valor mais elevado de Setembro de 2008. Ainda assim, sublinha o INE, suspendeu o "acentuado perfil ascendente iniciado em Dezembro de 2012".

 

Já o indicador de confiança do comércio voltou a aumentar, atingindo o máximo desde Maio de 2002. "No entanto, sem a utilização de médias móveis de três meses, os indicadores de confiança do Comércio e dos Serviços diminuíram no mês de referência".

 

O indicador de confiança da indústria transformadora "diminuiu de forma ténue em Abril, suspendendo o perfil positivo iniciado em Dezembro de 2012" enquanto o indicador da construção e obras públicas "agravou-se em Abril, interrompendo o perfil crescente iniciado em agosto de 2012".

 

O indicador quantitativo do consumo privado apresentou um crescimento homólogo "mais expressivo em Março, reflectindo o aumento do contributo positivo de ambas as componentes, sobretudo da componente de consumo duradouro".

 

Recorde-se que o PIB caiu 0,7% face ao trimestre anterior e cresceu 1,2% face ao período homólogo, segundo a primeira estimativa das contas trimestrais divulgada nesta quinta-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE). É a primeira queda em cadeia desde o início de 2013, mas também o segundo crescimento homólogo em quase três anos, embora o ritmo tenha caído.

 

Ver comentários
Saber mais Actividade económica INE
Outras Notícias