Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Alemanha vai retirar listas prioritárias de vacinação

O processo de vacinação tem vindo a acelerar na Alemanha e está prestes a tomar um ritmo ainda maior. O Governo prepara-se para abolir a lista de prioritários à vacinação entre adultos, passando o processo a ser mediado por agendamento.

O anúncio foi feito esta segunda-feira pelo ministro da saúde alemão. Luke MacGregor/Bloomberg
João Ruas Marques 18 de Maio de 2021 às 08:40
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
A Alemanha deve abolir o sistema de administração de vacinas contra a covid-19 por faixas etárias já a partir do dia 7 de junho, segundo disse o ministro da saúde alemão, Jens Spahn na segunda-feira.

O país tem adotado um sistema de vacinação diferente do que está a ser feito em Portugal, com vacinas a serem administradas não só em centros de vacinação, mas também consultórios de médicos de família e também através da medicina no trabalho. A medida aplica-se a todos estes ramos do processo.

A ideia havia já sido avançada por Angela Merkle que admitiu, contudo, que não se espera que todos os restantes adultos sejam vacinados durante o mês de junho, algo que foi confirmado esta segunda-feira pelo ministro da saúde. 

Desde a semana passada que o país tinha já feito o mesmo em relação, apenas, à vacina da AstraZeneca. Mas logo na mesma altura as regiões da Baviera e Baden-Württemberg anteciparam-se ao Governo e aboliram as listas prioritárias para a vacinação com qualquer vacina.
 
O ritmo de vacinação tem vindo a ganhar força na Alemanha que, em alguns dias, conseguiu ultrapassar a marca de um milhão de inoculações diárias. Até ao momento, 37% da população terá já sido inoculada com uma dose, sendo que 11,2% terá mesmo já recebido a segunda dose. No total foram administradas cerca de 40 milhões de vacinas - as mesmas autorizadas em Portugal: Johnson & Johnson, AstraZeneca, Pfizer e Moderna.
Ver comentários
Saber mais Alemanha vacinação covid-19
Outras Notícias