Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

PCP alerta Governo: "Não podemos agravar as dificuldades transformando isto num caso de polícia"

PCP quer que Governo faça dos portugueses aliados contra a covid-19. Jerónimo de Sousa defende ainda regresso ao ativo de médicos e enfermeiros reformados.

A carregar o vídeo ...
Vicente Lourenço vicentelourenco@negocios.pt 30 de Outubro de 2020 às 14:25
  • Assine já 1€/1 mês
  • 5
  • ...

Os comunistas apelaram esta sexta-feira ao regresso ao ativo de profissionais de saúde reformados, de forma a ajudar a combater a pandemia. A proposta foi discutida durante uma reunião com António Costa.

"Procurámos dar contribuições", começou por dizer Jerónimo de Sousa aos jornalistas, depois do encontro com o primeiro-ministro, frisando que o Executivo devia "contar com enfermeiros, mesmo reformados, para virem aqui [ao SNS] dar a sua contribuição, procurando assim colmatar aquilo que é uma dificuldade. 

"Um médico não se faz de um dia para o outro. Um enfermeiro não se faz de um dia para o outro", lamentou o secretário-geral do PCP.

Para o partido, o atual estado do Serviço Nacional de Saúde é preocupante. "Não pode haver desresponsabilização e considerar o atual SNS como secundário. Não. Continuamos a pensar que é estratégico, que é fundamental que o SNS seja reforçado com meios". 

Jerónimo de Sousa fez ainda eco das palavras de Catarina Martins, líder do Bloco de Esquerda, incentivando também o Governo a melhorar a comunicação com os portugueses e a apostar na sua educação, reforçando que é necessário "existir essa pedagogia junto das populações". E acrescentou: "Precisamos que os portugueses compreendam o alcance da eficácia daquilo que possa ser anunciado, nomeadamente em matéria de saúde".

A aliança entre populações e Governo é imperativa para os comunistas, de forma a que as medidas contra a covid-19 tenham efeito. "Não podemos agravar as dificuldades transformando isto num caso de polícia", alertou Jerónimo de Sousa. 

(Em atualização)
Ver comentários
Saber mais PCP Jerónimo de Sousa SNS Pandemia
Outras Notícias