Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Portugal comprou 75 milhões de máscaras a preços mais baixos do que a UE

Dos 75 milhões de máscaras compradas por Portugal, 62 milhões são máscaras cirúrgicas e do tipo FFP2 (com filtro), de maneira a responder às necessidades no combate à pandemia de covid-19.

Lentamente, a atividade nas ruas vai aumentando, mas muitos empregos perderam-se pelo caminho.
Mário Cruz/Lusa
Negócios jng@negocios.pt 14 de Maio de 2020 às 09:05
  • Assine já 1€/1 mês
  • 5
  • ...
O Ministério da Saúde já comprou, desde março, cerca de 75 milhões de máscaras. E a preços mais baixos do que a contratação conjunta ao nível europeu que está a ser patrocinada pela Comissão Europeia. 

De acordo com o Público, deste total, 62 milhões são máscaras cirúrgicas e do tipo FFP2 (com filtro), de maneira a responder às necessidades no combate à pandemia de covid-19. Isto além de terem sido adquiridos 24 milhões de pares de luvas, 980 mil batas, 360 mil viseiras e proteções oculares e ainda 1,2 milhões de "kits" de testes de diagnóstico, adiantam os Serviços Partilhados do Ministério da Saúde (SPMS) ao jornal. 

Apesar de ter aderido ao processo de compras conjuntas para a aquisição em bloco de equipamento de protecção individual lançado pelas autoridades europeias, Portugal decidiu, por enquanto, encomendar apenas 250 mil máscaras FFP2 nestes concursos internacionais. A primeira entrega está prevista para o final deste mês.

A justificação do Ministério da Saúde para não ter encomendado mais material é a de que Portugal conseguiu negociar condições melhores, além de prazos de entrega mais curtos.
Ver comentários
Saber mais máscaras covid-19
Outras Notícias