Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

A semana em 5 minutos: Governo, enchidos, greve da fome, vendedor do Novo Banco e manipulações

A semana terminou com a tomada de posse do Governo de Passos Coelho. Não se sabe quanto tempo vai durar. Mas não se perdeu tempo a empossar ministros e secretários de Estado. Mas houve mais esta semana.

Negócios negocios@negocios.pt 31 de Outubro de 2015 às 10:00
  • Assine já 1€/1 mês
  • 6
  • ...
SEGUNDA-FEIRA, 26 DE OUTUBRO

Milionário russo quer fundir Oi com TIM. O fundo Letter One, do milionário russo Mikhail Fridman, quer promover a consolidação da operadora Oi com a concorrente TIM e informou disso o banco BTG Pactual, o assessor financeiro da primeira. Para concretizar a operação, o fundo de Mikhail Fridman, um dos donos do maior banco privado da Rússia, dispõe-se a injectar 4.000 milhões de dólares (3,6 mil milhões de euros) na Oi. As acções Pharol a cotada portuguesa que tem participação na Oi, fecharam a subir 13,4% para os 38,2 cêntimos, com um número elevado de títulos a mudar de mãos.

Galp mais do que duplica lucros e quer dobrar produção. Nos primeiros nove meses do ano, a Galp Energia lucrou 490 milhões de euros, mais 107,6% do que no mesmo período do ano anterior. O EBITDA subiu 37,1% para 1.255 milhões de euros. O resultado, considerado "robusto" pelos analistas, beneficiou  da melhoria dos "resultados no negócio de Refinação & Distribuição e do aumento da produção de petróleo", explica a empresa. 

Vitória do Lei e Justiça mexe com acções do BCP e Jerónimo Martins. As duas empresas encerraram a sessão em queda, penalizadas pela vitória retumbante do partido Lei e Justiça nas eleições polacas. O partido pretende introduzir a partir de Janeiro um imposto sobre a banca e os supermercados, que atinge os negócios de BCP e Jerónimo Martins na Polónia, o Bank Millennium e a Biedronka, respectivamente. As acções do BCP, que chegaram a perder 6,8%, encerraram a cair 5%. Já a Jerónimo Martins, que esteve a descer 3%, fechou a recuar apenas 0,12%, com os analistas a desvalorizarem o impacto para os títulos da empresa portuguesa. Para a banca está prevista uma taxa de 0,39% sobre os activos financeiros. Aos grandes retalhistas o governo quer aplicar uma taxa de 2% sobre as receitas.

Ex-administrador da PT na Mota-Engil. A Mota-Engil convidou Luís Pacheco de Melo para ser administrador da sucursal da empresa na América Latina, avançou o Expresso. O ex-administrador financeiro da PT SGPS é visado no processo movido pela Pharol contra os antigos gestores por causa do investimento de perto de 900 milhões de euros na Rioforte. Nada que incomode António Mota, presidente da administração da Mota-Engil: "Não é questão. Conheço-o há dezenas de anos, contratámo-lo pelo seu valor, que é reconhecido por todos", disse ao semanário.

Governo alemão é um dos que vai ajudar Tsipras a reformar a Grécia. A pedido de Atenas, a Comissão Europeia vai prestar apoio técnico ao governo de Alexis Tsipras, que fechou também acordos de cooperação bilaterais, designadamente com a Alemanha. Revisão do modelo de funcionamento do Estado, reforma da segurança social, do sistema de justiça, da rede de saúde ou combate à corrupção e à evasão fiscal são algumas das muitas áreas cobertas pelo acordo. A Alemanha vai fornecer apoio na área da energia.

Salsichas e enchidos na lista de produtos cancerígenos. A Organização Mundial da Saúde (OMS) acrescentou a carne processada aos produtos considerados cancerígenos. Categoria onde entram as salsichas e demais enchidos, o fiambre, o presunto e os hambúrgueres. A OMS colocou ainda a carne vermelha entre os produtos "provavelmente" cancerígenos.
  A carne processada foi incluída pela OMS na lista dos produtos cancerígenos.

Terramoto faz mais de 200 vítimas. Um forte sismo, com uma magnitude de 7,7 na Escala de Richter, abalou na segunda-feira a região hindu de Kush, no Afeganistão, sendo também sentido fortemente na Índia e Paquistão, indicou o European-Mediterranean Sismologic Center (EMSC). Segundo a Reuters o abalo provocou já mais de 200 vítimas mortais entre afegãos e paquistaneses.


TERÇA-FEIRA, 27 DE OUTUBRO

Já há Governo e toma posse dia 30. Passos Coelho apresentou NA terça-feira a Cavaco Silva a proposta de constituição do XX Governo Constitucional. Belém já agendou a tomada de posse para sexta-feira, 30 de Outubro, ao meio dia, o que remete para 9 de Novembro o início da apresentação, no Parlamento, do programa de Governo. Na composição do novo Governo, além de Passos Coelho e Paulo Portas, há sete ministros que se mantêm, três secretários de Estado que passam a ministros e cinco novos governantes. O Executivo passa a ter, além dos gabinetes do primeiro-ministro e do vice-primeiro-ministro, 15 Ministérios, mais dois do que na anterior legislatura.



Costa diz que novo Governo não tem futuro. António Costa utilizou esta terça-feira o Facebook para reagir à proposta de constituição do XX Governo, proposto por Pedro Passos Coelho ao Presidente da República, Cavaco Silva. "É um Governo sem futuro e com consciência disso", escreve o líder do PS. "A constituição do governo que acaba de ser anunciado pela direita é uma clara demonstração de continuidade sem evolução", afirma na página de Facebook CostaPS2015, que acompanhou a campanha para as legislativas do líder socialista e continua a ser utilizada para transmitir mensagens do PS e de António Costa.


Bruxelas aprova fim das tarifas de "roaming".
 As tarifas de "roaming" dentro da União Europeia vão ser abolidas a partir de 15 de Junho de 2017. A decisão foi aprovada pelo Parlamento Europeu esta terça-feira, 27 de Outubro, depois do acordo alcançado em Junho passado entre os 28 países da União Europeia. A presidente da Anacom, Fátima Barros, já alertou que este aumento de custos derivado da utilização das redes no mercado nacional pelos clientes estrangeiros poderá ser ainda passado para os clientes nacionais. "Pode dar-se o caso de os consumidores nacionais estarem a pagar para os clientes de países do Norte e os clientes que não viajam a pagar para os que viajam".


Varoufakis cobre 60 mil dólares por conferência. A máxima de que "é mais importante ter sido ministro do que sê-lo" parece também aplicar-se a Yanis Varoufakis. Segundo o semanário grego Proto Thema, as conferências em que Varoufakis se tem desmultiplicado são pagas a peso de ouro. Aquele jornal refere que Varoufakis cobra actualmente 60 mil dólares (54,4 mil euros) para discursar num país exterior ao continente europeu, sendo que para fazer um discurso num país do Velho Continente o economista especialista em Teoria dos Jogos recebe 5 mil dólares (4.500 mil euros). Já para dar uma aula numa universidade europeia, Varoufakis cobra apenas 1.500 dólares (1.400 mil euros).


Industriais de carne rejeitam risco de cancro. A Associação Portuguesa dos Industriais de Carnes tomou Na terça-feira uma posição pública de crítica à Agência Internacional para a Investigação sobre o Cancro, a qual considerou que a carne processada - como bacon, salsichas ou presunto - é cancerígena para os seres humanos. É "inapropriado atribuir a um único factor um risco aumentado de cancro", uma vez que se trata de um "assunto muito complexo que pode ser dependente de uma combinação de muitos factores, tais como: idade, genética, dieta, ambiente e estilo de vida", afirma esta associação em comunicado.

Luaty Beirão termina greve da fome. O 'rapper' e activista angolano Luaty Beirão, internado sob detenção numa clínica de Luanda, terminou a greve de fome de protesto contra a sua prisão preventiva ao fim de 36 dias, informou esta terça-feira o advogado. O músico e activista, que também tem nacionalidade portuguesa, é um dos 15 activistas angolanos em prisão preventiva desde Junho, sob acusação de actos preparatórios para uma rebelião em Angola e um atentado contra o Presidente da República. O início do julgamento, que envolve outras duas arguidas em liberdade provisória, está agendado para 16 de Novembro, no Tribunal de Cacuaco, nos arredores de Luanda.

   Luaty Beirão é acusado de desobediência civil e de estar a preparar um golpe de Estado.


QUARTA-FEIRA, 28 DE OUTUBRO

BPI lucra 151 milhões com a ajuda de Angola. O BPI alcançou um lucro de 151 milhões de euros entre Janeiro e Setembro de 2015, o que representa uma inversão face ao prejuízo de 114,3 milhões de euros registado em igual período do ano anterior. As contas do banco liderado por Fernando Ulrich, divulgadas esta quarta-feira, indicam que mais de dois terços do resultado líquido tiveram origem no Banco do Fomento de Angola, que a gestão pretende separar do banco português para respeitar as regras do Banco Central Europeu.


Cavaco e o Governo: "não estou arrependido".
 "Aquilo que havia a dizer sobre esse assunto [nomeação do Governo] já disse na intervenção que eu produzi, que foi muito clara, e não estou arrependido nem de uma única linha de tudo aquilo que eu disse", afirmou na quarta-feira o Presidente da República, Cavaco Silva, em declarações aos jornalistas em Roma, onde se encontra para participar no X Encontro COTEC Europa. Garantindo que não tem, nem nunca teve, qualquer interesse pessoal, Cavaco Silva assegurou que até ao último dia do seu mandato se guiará sempre pelo "superior interesse nacional".

Acordo PS/BE/PCP/Verdes conhecido a 9 de Novembro. A apresentação do acordo entre PS, PCP, Bloco de Esquerda e "Os Verdes" para a formação de um Executivo alternativo estará associada à discussão do programa de Governo da coligação PSD/CDS-PP, dias 9 e 10 de Novembro, afirmou esta quarta-feira Carlos César, presidente do Grupo Parlamentar do PS, no final da primeira reunião da bancada por si presidida. "Dias 9 e 10 [de Novembro], o PS demonstrará que, não sendo a alternativa de Governo PSD/CDS aquela que se deseja para o país, há uma outra mais coerente, mais estável e mais duradoura. O acordo [entre as forças da esquerda parlamentar] ficará associado ao momento em que vamos apresentar o programa de Governo", declarou Carlos César.

EDP Renováveis quase duplica lucros. O resultado líquido da EDP Renováveis aumentou de 52,9 milhões de euros para 99,6 milhões de euros nos primeiros nove meses do ano, revelou na quarta-feira, 28 de Outubro, a empresa liderada por Manso Neto. A contribuir para esta quase duplicação dos lucros esteve o aumento das receitas, que cresceram 16% para 1,08 mil milhões de euros.


VW com prejuízos de 3,48 mil milhões. A Volkswagen (VW) anunciou esta quarta-feira, 28 de Outubro, prejuízos de 3,48 mil milhões de euros no terceiro trimestre deste ano, onde estão já contabilizados 6,7 mil milhões em custos especiais relacionados com o escândalo das emissões poluentes em que a marca automóvel alemã está envolvida. Estas perdas operacionaiscontrastam com os lucros operacionais de 3,23 mil milhões de euros registados em igual período do ano anterior.

  Além da reputação, o escândalo dos motores falseados, penalizou fortemente as contas da Volkswagen.

CMVM aplica coima de meio milhão a canadianos. A Comissão de Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) aplicou uma coima no valor de 500 mil euros à corretora canadiana Biremis. A CMVM explica, em comunicado divulgado esta quarta-feira, que a punição resulta do "cúmulo jurídico pelas 30 violações, a título doloso, do dever de defesa de mercado, previsto no artigo 311.º, n.º 1, do CdVM". Algo resultante "da inserção no sistema de negociação de ofertas fictícias de montantes cumulativamente elevados, cancelando-as em massa segundos depois – processo que repetiu ora de um lado ora de outro do livro de ofertas – provocando a alteração das condições normais da oferta e da procura daqueles títulos nas referidas sessões de negociação, assim perturbando o processo de formação de preços e afectando a regularidade, a transparência e a credibilidade do mercado".

QUINTA-FEIRA, 29 DE OUTBRO

Sérgio Monteiro vai vender Novo Banco. É anunciado que Sérgio Monteiro,até agora secretário de Estado dos Transportes, assumirá a partir de segunda-feira funções no Fundo de Resolução da banca, liderando a equipa que está a vender o Novo Banco. A escolha de Sérgio Monteiro foi coordenada entre o regulador e a Associação Portuguesa de Bancos (APB), sendo que o Banco de Portugal destaca no ainda governante o "mérito e elevada experiência em operações desta natureza". A APB espera que esta nomeação permita "que o diálogo [sobre a alienação do Novo Banco] seja intensificado".

               O ex secretário de Estdo dos Transportes vai assumir a tarefa de venda do Novo Banco.


Santander atento ao Novo Banco. 
O Novo Banco continua no radar do Santander, já que o banco espanhol admite voltar a olhar para o processo de venda da instituição financeira que resultou da resolução do BES, caso ela venha a acontecer. A garantia foi deixada por José Antonio Álvarez, presidente executivo do Santander, que na quinta-feira anunciou  lucros superiores a 5 mil milhões de euros nos primeiros nove meses do ano.


Lucros da EDP baixam 4%. 
A eléctrica liderada por António Mexia obteve resultados líquidos de 736 milhões de euros nos primeiros nove meses deste ano, uma queda de 4% face ao período homólogo, que ainda assim foi inferior à estimada pelos analistas (-11%). O agravamento dos custos financeiros, a seca e a falta de vento em vários mercados e a valorização do dólar foram os factores que pesaram de forma negativa nas contas da EDP, enquanto o negócio no Brasil e na área das renováveis atenuou estes efeitos negativos. 


Lucros da Impresa caem 80%. 
A dona da SIC fechou os primeiros nove meses do ano com um resultado líquido de 1,1 milhões de euros, um valor que implica uma redução de 80% face ao obtido no período homólogo. A descida deve-se à queda dos indicadores operacionais, já que as receitas baixaram 4,8% e o EBITDA desceu 28,2%. Um desempenho explicado em parte pela descida das receitas de circulação das publicações e das chamadas de valor acrescentado. 

Desemprego e confiança em queda. taxa de desemprego em Portugal recuou uma décima em Setembro, anulando assim o aumento idêntico registado no mês anterior. A taxa está agora em 12,2%, o que corresponde a 621,8 mil pessoas desempregadas. Apesar da descida, o emprego também recuou em Setembro, o que aponta para uma tendência negativa no mercado de trabalho, já que desde Maio que não se regista um aumento. O INE também revelou esta quinta-feira os indicadores de confiança dos consumidores e dos empresários, que desceram em Outubro.

PCP quer 35 horas no Estado. O PCP apresentou várias propostas na Assembleia da República, destacando-se o objectivo derepor o horário de trabalho de 35 horas no Estado. Uma medida que deverá ser aprovada, já que também é defendida pelo Bloco de Esquerda e pelo PS. O PCP apresentou ainda outros dois projectos de lei: um deles repõe os quatro feriados eliminados na anterior legislatura e o outro revoga as alterações à lei do aborto. E aqui está desalinhado com o PS, já que os socialistas comprometem-se a repor, para já, apenas os dois feriados civis.

Carros do futuro em Tóquio. No segundo dia do Tokyo Motor Show, as marcas automóveis continuaram a apresentar novos modelos, alguns deles carros do futuro. Nesta fotogaleria veja algumas das imagens.


              Protótipo de um carro eléctrico, com um design "retro", apresentado pela Toyota em Tóquio.


SEXTA-FEIRA, 30 de OUTUBRO

Passos Coelho apela ao "entendimento". Pedro Passos Coelho voltou a apelar à "cooperação e entendimento" a "todas as forças políticas, sociais e cívicas" no seu discurso de tomada de posse do XX Governo, onde renova o seu mandato enquanto primeiro-ministro, feito esta sexta-feira. "Assumo a responsabilidade indeclinável que expressa a vontade dos portugueses", afirmou Passos Coelho. Os discursos do actual Presidente da República e de Passos Coelho acompanharam a cerimónia de tomada de posse dos 16 ministros e dos 36 secretários de Estado.

O país pode ficar "ingovernável", avisa CavacoÉ essencial que Portugal tenha estabilidade política. E é essencial que essa estabilidade surja ao abrigo de um acordo entre PSD, CDS e PS. Estas foram as principais ideias do discurso de Cavaco Silva, que deu posse esta sexta-feira ao novo Governo liderado por Passos Coelho e, no final, repetiu várias das mensagens que já tinha transmitido quando anunciou a indigitação do líder do PSD. Se não houver estabilidade política, Portugal será um "país ingovernável", avisou o Presidente da República no discurso em que deu posse ao Executivo.

     Passos Coelho a discursar durante a tomada de posse do XX Governo Constitucional.


Escândalo na FIFA. Credit Suisse investigado.
 Os Estados Unidos da América e a Suíça estão a investigar se as entidades bancárias, incluindo o Credit Suisse, permitiram transacções suspeitas e indevidas ou ignoraram as leis contra o branqueamento de capitais nas relações com a federação internacional de futebol (FIFA), noticia esta sexta-feira, 30 de Outubro, a Bloomberg. O Credit Suisse refere, no relatório dos resultados trimestrais, que "está a cooperar com as autoridades neste caso". O procurador-geral suíço Michael Lauber disse, em Junho, que havia 53 movimentações bancárias suspeitas de infringirem as leis contra o branqueamento de capitais.

Chevron corta 7 mil postos de trabalho. A Chevron, uma das maiores empresas do mundo do ramo da energia, especialmente do petróleo, vai cortar entre 6 a 7 mil postos de trabalho, escreve o Financial Times na sexta-feira, 30 de Outubro. A empresa quer reduzir o investimento de capital em 25% no próximo ano para entre os 25 mil milhões de dólares e os 28 mil milhões de dólares. Os cortes vão continuar em 2017 e 2018, sendo que a empresa tenciona gastar entre 20 e 28 mil milhões de dólares, "dependendo das condições de negócio na altura", afirmou a empresa.

Fundo russo quer ajudar a Oi. O fundo russo Letter One confirmou sexta-feira que começou as negociações exclusivas com a Oi para ajudar a empresa brasileira a participar "em qualquer consolidação do sector". As conversas estão ainda "numa fase preliminar", disse ao Negócios o porta-voz do L1 Technology,veículo através do qual o fundo encabeçado pelo milionário Mikhail Fridman assinou o acordo com a Oi. O fundo propõe-se injectar 4 mil milhões de dólares na Oi, onde a Pharol tem uma participação de 27,2%, caso a operadora avance para um processo de fusão. 

114 mil imigrantes jovens. Já são a maioria. O perfil do emigrante português dos últimos três anos mostra que ele é relativamente jovem e em idade de trabalhar. Entre 2011 e 2014 saíram do país 114 mil emigrantes permanentes entre os 20 e os 39 anos, 57% do total. Os dados com estas conclusões foram publicados nsexta-feira, 30 de Outubro, pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).Fica-se ainda a saber que os emigrantes portugueses que saíram do país com o objectivo de ficarem fora pelo menos um ano fixou-se em 49,5 mil, dos quais 65% são homens e 35% são mulheres. Dois terços tiveram como destino países da União Europeia e 93% eram pessoas em idade activa.

Manipulação de dívida, ou não, eis a questão. Um ganho de 820 mil euros com a venda a descoberto de dívida pública portuguesa. Este terá sido o factor que fez soar os alarmes da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), e que, sabe o Negócios, levou à participação pelo regulador ao Ministério Público. Em causa está Peter Boone,economista reconhecido internacionalmente, que terá escrito vários artigos de opinião em 2010, influenciando negativamente os juros da dívida portuguesa. O Ministério Público quer agora, por isso, que seja julgado por manipulação do mercado. Boone reagiu sexta-feira. Nega a acusação e diz que irá "defender-se veementemente". O doutorado de Harvard acrescenta ainda que colaborou com toda investigação e classifica como "inconcebível" que a subida dos juros da dívida se deva aos seus artigos de opinião.

 

 

Ver comentários
Outras Notícias